Tribuna Expresso

Perfil

Sporting

O violino holandês. O melhor e o pior do Sporting-Fiorentina (1-0)

O Troféu Cinco Violinos ficou em Alvalade, depois do Sporting vencer a Fiorentina, com um golo do inevitável Bas Dost, em jogo que teve William Carvalho como... central

Expresso

Bas Dost foi o melhor marcador da Liga portuguesa em 2016/17

Carlos Rodrigues/Getty

Partilhar

O troféu ficou em casa. Mesmo com uma defesa remendada, fruto de lesões e do castigo de Coates, o Sporting conseguiu vencer a Fiorentina, em Alvalade, com um golo do goleador do costume: Bas Dost.

De volta ao 4-4-2, depois de uma experiência com o 3-5-2 frente ao Vitória de Guimarães (e, antes, frente ao Basileia), o Sporting, num onze perto do expectável, ainda que com a condicionante da falta de centrais de raiz - Patrício, Piccini, Tobias, William, Coentrão, Battaglia, Bruno Fernandes, Gelson, Acuña, Podence e Bas Dost -, dominou o jogo, ainda que tenha tido algumas dificuldades em construir oportunidades de golo.

Ainda que Acuña tenha mostrado ser mesmo um reforço a sério e Gelson continue em grande plano, os laterais ainda procuram a melhor forma, tal como Bruno Fernandes e Battaglia, que já estão num bom nível, mas ainda não estão, obviamente, tão dentro da forma de jogar da equipa como Adrien e William.

Podence, pelo contrário, já demonstrou que será um segundo avançado de categoria, ladeado pelo goleador de 2016/17, que, aparentemente, poderá ser o goleador de 2017/18: Bas Dost. Após um canto, cabeceou para golo... mas ainda foi preciso esperar pela confirmação do videoárbitro para poder festejar. 1-0 para o Sporting, que se manteve até final. Dia 6 começa a Liga, contra o Aves.

Melhor

Bas Dost

Podem contar com ele outra vez. Depois de ter marcado 36 golo em 41 jogos em 2016/17, Bas Dost começa já a mostrar que continua com a pontaria afinada em 2017/18. Pode não ter a mobilidade de Doumbia, mas ao contrário do reforço (muito esforçado, admita-se)... marca.

Podence

O miúdo continua a demonstrar que tem lugar - não só no Sporting, mas no onze. Encaixa como uma luva como segundo avançado, uma vez que sabe pedir a bola entre linhas e fazer jogar os colegas, aparecendo sempre no sítio certo.

Pior

Sector defensivo

É certo que a Fiorentina não criou dificuldades a Rui Patrício, mas um sector defensivo com William a defesa - e Tobias, convenhamos - provavelmente não se irá repetir mais esta época. Além de Coates (suspenso) e André PInto (lesionado), faltam soluções ao centro da defesa do Sporting, tal como às laterais - Piccini e Coentrão serão obviamente os titulares, mas ainda não estão com andamento suficiente para os lugares.