Tribuna Expresso

Perfil

Sporting

Jesus elogia "exibição de gala" da 1.ª parte mas deixa aviso: "A Champions não permite que exista esta autoconfiança da parte final"

Em declarações à RTP no final do jogo, Jesus lamentou a falta de intensidade defensiva da 2.ª parte. "Podiam ter saído daqui com um resultado histórico", frisou o técnico leonino

Expresso

LOUISA GOULIAMAKI/Getty

Partilhar

Uma 1.ª parte de gala

“Fizemos na 1.ª parte uma exibição de gala, podíamos ter marcado cinco ou seis. Tivemos mérito na forma como montámos o jogo, tirámos o Olympiacos do jogo, os adeptos até se calaram”.

Dificuldades finais

“A ganhar 3-0 ao intervalo, na 2.ª parte o jogo tinha de ter sido mais fácil. Os jogadores do Sporting foram atrás do jogo, mas foram ‘enganados’, porque a ganhar 3-0 aos 89’ nada pode prever que podemos levar dois golos. Mas o futebol é isto. Podiam ter saído daqui com um resultado histórico, a exibição foi brilhante. Podíamos ter saído daqui melhor, mas saímos satisfeitos. Quem ganhou foi o Sporting, fazer três golos aqui… não sei quem do nosso grupo vem aqui fazer três golos”.

A estratégia

“Tínhamos montado uma estratégia, tínhamos dito os problemas do Olympiacos e fizemos muito bem na 1.ª parte. Na 2.ª não tivemos intensidade defensiva e a intensidade a sair com bola. Quisemos um ataque posicional parado, sem dinâmica e assim pões-te a jeito”.

Cautela

“Não há equipas invencíveis. O Sporting está a crescer mas a Champions não permite que exista esta autoconfiança que houve na parte final”.