Tribuna Expresso

Perfil

Sporting

Jorge Jesus: "Em termos criativos o Sporting não foi a equipa disponível que normalmente é"

Treinador leonino sublinha a importância da vitória frente ao Tondela, que era "o objetivo principal". Em declarações à Sport TV, pediu ainda mais adeptos nas bancadas de Alvalade

Expresso

FOTO Mário Cruz/Lusa

Partilhar

Objetivo conseguido

“O objetivo principal era a vitória. Depois das competições europeias as equipas vêm de ressaca e o Sporting, em termos criativos, não foi a equipa disponível que normalmente é. Mas foi um jogo em que teve grande alma e coração, lutou, sabendo que as coisas não estavam fáceis. A equipa do Tondela fechou bem os espaços e só ganhámos com dois grandes golos de meia distância”.

Últimos 15 minutos

“Depois do 2-0, a equipa viveu o melhor período, na minha opinião. Podíamos ter feito mais um golo. É verdade que o Tondela fez-nos a vida difícil mas pouco criou nas situações ofensivas. Foi importante não sofrer golos, embora o mais importante seja ganhar. Vencer e não sofrer é ainda melhor”.

Ronaldo em Alvalade

“Tenho a certeza que ficou satisfeito com a vitória porque é sportinguista desde menino e foi criado nesta casa”.

Chegar aos 50 mil adeptos

“O Sporting está com seis vitórias seguidas, é bom, mas estamos no início do campeonato. Estamos a tentar ultrapassar algo que não acontecia muito no passado, ganhar seis jogos consecutivos. Mas temos de chegar às fasquia dos 50 mil adeptos, não pode ser só nos jogos com o Barcelona ou a Juventus, em que estão 50 mil mas muitos não são nossos. Queremos ter 50 mil sempre para dar cada vez mais confiança e mais força para atingirmos o objetivo que todos querem, que é o Sporting ser campeão”.