Tribuna Expresso

Perfil

Sporting

Jesus: “Relva é relva, plástico é plástico”

O treinador do Sporting destacou o papel de Palhinha no jogo e garantiu que a partida foi “levada a sério”

Partilhar

Jorge Jesus teceu críticas ao relvado onde, esta quinta-feira, o Sporting jogou frente ao Oleiros. O treinador do leonino sublinhou que o relvado sintético “tornou tudo mais difícil” e, além disso, os jogadores com históricos de lesões correram “o risco de as agravar”.

“Este campo tem menos sete metros de largura e cinco de comprimento. Há pessoas que falam e que não sabem o que é jogar num sintético...”, disse Jesus em declarações à Sport TV. “A indústria do sintético não vão gostar disto, mas relva é relva, plástico é plástico. Mas qual relva? Isto é plástico, não é relva”, acrescentou.

Sendo um jogo da Taça de Portugal e “independentemente do nome do adversário”, o técnico leonino defendeu que a partida foi “levada a sério”. “Foi uma jornada bonita: o objetivo foi conquistado e não era a primeira vez que havia surpresas na Taça com equipas de outro escalão”, referiu.

Jorge Jesus sublinhou ainda o papel de João Palhinha, autor de dois dos quatro golos do Sporting. “Destacou-se completamente. Deu-me indicações muito boas para os futuros jogos.”

Agora, o mais importante é pensar no próximo jogo. Daqui a cinco dias estamos a falar de outra coisa: da Liga dos Campeões em Turim. Vamos preparar a equipa para defrontar uma das melhores equipas da Europa.