Tribuna Expresso

Perfil

Sporting

Sporting repete viagem mais longa das competições europeias

De Lisboa ao Cazaquistão vão mais de 6 mil quilómetros, viagem que o Benfica já completou em 2015/16. Agora é a vez do Sporting fazer o mesmo, num voo de mais de oito horas

Expresso

PATRICIA DE MELO MOREIRA

Partilhar

Foi a UEFA quem o assinalou em 2015/16:

Um recorde europeu foi estabelecido na fase de grupos da UEFA Champions League 2015/16, quando o Benfica venceu o Astana por 2-0 em casa e depois empatou a dois na segunda volta, no Cazaquistão. Isto porque os clubes visitantes efectuaram a viagem mais longa na história das competições de futebol de clubes da UEFA, com cerca de 6174 quilómetros.

Agora, em 2017/18, o Sporting repete a viagem dos rivais, uma vez que voará até Astana, no Cazaquistão, para disputar a 1ª mão dos 16 avos de final da Liga Europa, a 15 de fevereiro de 2018. Na semana seguinte, a 22 de fevereiro, é a vez do percurso inverso ser feito pelos cazaques, que vêm jogar a Alvalade.

Um voo charter direto entre as duas cidades demora cerca de oito horas, mas, em voos comerciais, os adeptos terão de fazer escala noutro qualquer aeroporto europeu antes de atingir o destino pretendido, numa viagem que pode durar mais de 11 horas, como indica o Google Maps.

De carro, a viagem é bem mais demorada: são 79 horas, excluindo paragens pelo caminho, claro está.

Quem também já tem experiência de sobra nesta rota é a equipa de futsal do Sporting, que jogou no Cazaquistão, mais propriamente em Almaty, a fase final da UEFA Futsal Cup 2017 - os portugueses perderam na final com os espanhóis do Inter Movistar, por 7-0.