Tribuna Expresso

Perfil

Sporting

Bruno de Carvalho lamenta cânticos de sportinguistas, mas riposta com cânticos portistas: “Atirem-se ao fosso”

Bruno de Carvalho condenou os cânticos dos adeptos sportinguistas no jogo de hóquei de quarta-feira entre FC Porto e Sporting, mas também notou que os portistas fizeram o mesmo num outro jogo

Expresso

MANUEL DE ALMEIDA

Partilhar

“Quem me dera que a bancada do Estoril fosse com o...” Foi isto que os adeptos sportinguistas cantaram no jogo de hóquei de quarta-feira entre FC Porto e Sporting, provocando reações de repúdio por parte de portistas e de sportinguistas - incluindo o presidente Bruno de Carvalho.

"Os cânticos que dizem ter existido hoje [quarta-feira] no Dragão Caixa (e digo isto pois não estive lá e no vídeo que está a circular não se percebe o que é dito), a serem verdadeiros, são lamentáveis e alvo de total repúdio pois em nada representam a forma de estar do Sporting CP no desporto e na sociedade", escreveu o presidente do Sporting no Facebook.

Esta quinta-feira, Bruno de Carvalho voltou a repudiar os cânticos, mas acrescentou um novo dado à publicação: um vídeo de adeptos portistas, no estádio de Alvalade, a dizerem aos sportinguistas para se atirarem ao fosso.

"Como disse ontem, sendo confirmada a sua veracidade, condeno totalmente os cânticos que alguns adeptos do Sporting CP entoaram ontem no Dragão Caixa. Isto não é o Sporting Clube de Portugal! Agora, tenho a certeza de que os responsáveis e as plataformas do Porto, apesar do atraso, vão condenar da mesma forma este cântico que gozava com a queda de adeptos do Sporting CP no fosso do nosso Estádio, 'pedindo' que mais o fizessem", escreveu.

O vídeo que Bruno de Carvalho publicou: