Tribuna Expresso

Perfil

Sporting

Jesus confirma mais dois reforços e desvaloriza calendário: “Quem quer estar em todas está sujeito a isto, claro que pagando aqui e acolá”

Na antevisão do jogo contra o Vitória de Guimarães, da 20ª jornada da Liga, marcado para quarta-feira (21h, SportTV1), Jorge Jesus confirmou a contratação de mais dois jogadores... mas só para a próxima época: Raphinha e Marcelo

Expresso

Jorge Jesus, treinador do Sporting

HUGO DELGADO/LUSA

Partilhar

Calendário de jogos apertado

"Ainda nesta terça e sábado jogámos uams meias-finais e finais e temos praticamente jogado de 3 em 3 dias. Quem quer estar em todas as competições está sujeito a isto, claro que pagando aqui e acolá. Já tivemos alguns problemas, como o caso do Gelson [lesionou-se contra o FC Porto] e não só.

Foram jogos que deixaram a equipa com algumas mazelas físicas, mas temos de arranjar soluções para estas situações e estamos satisfeitos por estarmos em todas as competições".

O Vitória de Guimarães, 7º classificado

"É uma das equipas fortes do nosso campeonato. Vem disputar os três pontos, o seu treinador já o disse. Vai ser um jogo complicado, difícil, mas temos de estar à altura das dificuldades para ganhar os três pontos."

Rui Vitória disse que, na 2ª volta, os pontos saem mais caros

"Concordo. Cada vez mais as equipas que não os três grandes têm crescido e são mais fortes, querem disputar os pontos. Concordo plenamente e acho que já há sinais disso. Temos de estar preparados."

Já gostaria de ver Raphinha vestido de verde?

"Não. O que é importante para nós é conhecer o campeonato português e reconhecer a qualidade de alguns jogadores individualmente, como é o caso do Raphinha. Mas não é jogador do Sporting e o que é importante para nós são os nossos jogadores, é com eles que trabalhamos. Temos de ter noção da realidade e com quem podemos contar, que são os que estão agora no plantel. não vale a pena pensar naquilo que é o futuro, porque não há futuro sem presente."

Jogadores em dúvida para o jogo

"Sim, temos alguns jogadores assim. O Podence ainda não recuperou totalmente. Esta final deixou-nos alguns jogadores... O Bruno Fernandes, o Mathieu e o Fábio ainda não treinaram e portanto amanhã [quarta-feira] vamos avaliar a equipa e logo temos a certeza dos que vão ser lançados no jogo. Seja quem for, acreditamos em todos, daí termos tentado criar um plantel para essas exigências."

A utilização de Bruno Fernandes no corredor direito, no lugar habitualmente de Gelson

"É uma pergunta interessante. O Bruno é um jogador que antes de chegar ao Sporting era nas faixas que jogava, ou no corredor esquerdo ou direito, em Itália. Nós é que o colocámos no corredor central [o jornalista diz que também jogava no meio na seleção sub-21]. Exatamente, na seleção também jogava no meio. O treinador sabe que ele pode jogar em várias posições, mas há jogadores que rendem mais numas do que noutras, e eu não tenho a certeza absoluta onde será. Mas tenho de colocá-lo em benefício da equipa, para que tenha rendimento. Foi uma hipótese mas não quer dizer que amanhã seja a mesma coisa. A equipa não quebra o rendimento ofensivo por o Bruno jogar mais ao meio ou à direita."

Raphinha, do Vitória de Guimarães, e Marcelo, do Rio Ave, vão reforçar a equipa?

"Falou em dois jogadores que é do conhecimento público o que será o futuro deles para o ano, no Sporting. Não dependem, neste caso, de mim. Os clubes que os têm não os querem libertar, são acordos que também não sei quais são. Não estamos à espera de mais nenhum reforço, faltam poucas horas, só se aparecer alguma surpresa na última hora, porque no fecho do mercado às vezes há disso."

O Sporting de Jesus está diferente do Benfica de Jesus?

"Independentemente de uma ideia de jogo, nem sempre as minhas cequipas conseguem ser tão afirmativas e dominadoras, como é normal. Mas também é verdade que este ano temos características individuais que fazem com que a equipa seja muito mais pragmática e realista, mais à moda das equipas italianas."

É mais difícil afastar um jogador por falta de rendimento ou por indisciplina?

"É uma pergunta interessante. Depende da qualidade do jogador. Se temos um jogador determinante e com base no ato de indisciplina temos de afastá-lo... Não é fácil tomares essa decisão. Se o seu rendimento não é o esperado então já é uma decisao tua em conjunto com o jogador. A outra é mais difícil. É mais difícil ter um jogador com um problema disciplinar e saberes que tens de afastá-lo, isso é mais difícil para um treinador".