Tribuna Expresso

Perfil

Sporting

Sporting diz que pedido de desculpas não chega e pergunta se PS “já despediu” autor do tweet que ofendeu Bruno de Carvalho

“O PS já despediu ou vai continuar a fingir que se pode insultar 3,5 milhões de portugueses sem que haja consequências?”, questionou Nuno Saraiva, diretor de comunicação do Sporting, no Facebook

Expresso

Partilhar

Menos de 48 horas depois do tweet que foi publicado na conta do Twitter do PS sobre as declarações de Bruno de Carvalho, o diretor de comunicação dos leões defendeu esta quarta-feira que o pedido de desculpas não é suficiente e questionou se o partido “já despediu” o responsável pelo lapso.

“Já passaram dois dias e, tirando as desculpas de mau pagador penitenciando-se 'pelo lapso', não há notícia de que algo tenha acontecido ao funcionário do PS que fez um tweet no Twitter oficial do partido, a insultar o Sporting CP e o seu presidente”, escreveu Nuno Saraiva no Facebook.

“O PS já o despediu ou vai continuar a fingir que se pode insultar 3,5 milhões de portugueses sem que haja consequências?”, reforçou.

O diretor de comunicação do Sporting referiu que, segundo teve conhecimento, – remetendo para o link do blogue Tu Vais Vencer – “quem manda nas redes sociais do PS é um “godinhista”que nunca ultrapassou o facto de Bruno de Carvalho ser Presidente do Sporting CP, reeleito com 90% dos votos nas eleições mais participadas de sempre”.

Pouco depois do erro na segunda-feira, o PS apresentou um pedido de desculpas no Twitter, frisando que “por lapso” foi publicado naquela conta um tweet que era suposto ser partilhado numa conta privada. “O PS não interfere nem comenta a vida de outras instituições. As nossas sinceras desculpas”, escreveu o partido no Twitter.

A publicação em causa – que foi pouco depois eliminada da conta do PS – classificava como “assustador” algo que Bruno de Carvalho tinha dito durante a conferência de imprensa de segunda-feira: “Eu não sou daqueles que dorme com um olho aberto. Eu quando durmo tenho os três olhos fechados.”

O presidente do Sporting publicou entretanto, no seu Facebook, um texto dedicado aos "falsos púdicos", explicando a que se referia quando mencionou um "terceiro olho".