Tribuna Expresso

Perfil

Sporting

Jorge Jesus: "Acabei por dar cabo do Bas Dost"

Chegou a Alvalade com vantagem sobre o Astana mas viu a sua equipa sair de campo com um empate nos últimos momentos de jogo. O treinador do Sporting diz que o importante são os oitavos de final e lamenta não ter tirado o avançado holandês antes deste se lesionar

Expresso

MANUEL DE ALMEIDA/EPA

Partilhar

O empate

"Em primeiro lugar, o objetivo foi alcançado, que era entrar nos oitavos da Liga Europa. Vínhamos de um resultado confortável, face aos dois dias que tivemos de interregno antes do jogo do Tondela. Eu mexi na equipa e pus sempre jogadores que não tinham jogado, jogadores mais frescos. Podia não ser uma equipa tão evoluída tecnicamente mas sabia que era uma equipa que neste momento estava em melhores condições para competir com o Astana, que é uma equipa que tem conteúdos de jogo. Depois de estar a ganhar 3-1 eu não me preocupei muito com o resultado. O Leão devia ter defendido um bocado mais o resultado, não estou a dizer que foi por causa disso mas ficámos um bocadinho desprotegidos e face ao cansaço também. Acabámos por ter momentos de jogo muito bons, foi um bom espectáculo, seis golos é bonito. Custa levar o golo nos últimos segundos de jogo, mas há três dias atrás foi o contrário. Ganhámos na última jogada, hoje empatámos na última jogada. O futebol é isto, mas estou satisfeito.

O que aí vem

"Jogámos na segunda-feira, hoje é quinta, segunda-feira jogamos de novo e sexta-feira também. Tenho de saber gerir o esforço da equipa da melhor maneira, correndo riscos. Hoje corri alguns riscos mas eu sabia quando meti sete jogadores novos e que não têm jogado tanto. Mas tem de ser assim, não há outra maneira."

Bas Dost

"Eu devia ter tirado o Bas Dost quando meti o Leão, para o proteger porque ele veio de uma paragem. Eu olho sempre muito para a frente e com o 3-1 achei que ele e o Rafael Leão pudessem fazer estragos no jogo aéreo, mas acabei por dar cabo do Bas Dost. Mas vamos ver o diagnóstico do Dr Varandas, ele é que sabe disso melhor que eu."

Rúben Semedo

"Não posso falar daquilo que não sei, o Rúben Semedo enquanto esteve connosco foi sempre um miúdo com princípios sociais e profissionais. Já tentei falar com ele mas não consegui. Não estou a dizer que não foi o que aconteceu mas acho tudo muito estranho. Só quando tiver dados concretos é que posso falar um pouco sobre isso."