Tribuna Expresso

Perfil

Sporting

Jorge Jesus: “É muito fácil marcar penáltis contra o Sporting, nem foi preciso VAR”

No final do encontro com o Chaves, o treinador leonino foi à flash interview da SportTV onde explicou o rendimento e as alterações na equipa, mostrou-se feliz pela conquista dos três pontos e ironizou acerca do penálti marcado contra o Sporting

Hugo Miguel Ferreira

MANUEL FERNANDO ARAÚJO/LUSA

Partilhar

As diferentes partes do jogo

“Na primeira parte não fomos tão fortes como na segunda. Mas isso não acontece só ao Sporting, pode acontecer em todas as equipas.”

O adversário

“​Ganhámos num campo difícil contra uma equipa muito evoluída e com um grande treinador.”

A carga competitiva e suas repercussões

“O Sporting está a jogar de 3 em 3 dias, há jogadores que perdem velocidade e intensidade, mas é um equipa com crença, além disso as alterações mexeram com a equipa. Ainda hoje vamos para baixo (Lisboa) e quinta já vamos para a República Checa, mal temos tempo para dormir.”

As alterações

“A equipa tem uma forma de jogar completamente diferente com Bas Dost. Colocar Bryan Ruiz ao lado de William também foi muito importante, ele dá mais qualquer coisa ao jogo. Meter o Misic foi um risco que corri, meti-o porque tinha duas hipóteses: ele ou o Wendel. Joguei com a experiência do Misic que joga na seleção naquela posição, mas é sempre um pouco à sorte, a entrada dele em campo pode dar certo ou não.”

O penálti

“É muito fácil marcar penáltis contra o Sporting, nem foi preciso VAR. Eu até acho que há falta antes do Djavan.”

O momento atual no campeonato

“O resultado de ontem [derrota do FC Porto] não mexeu com a equipa, nós temos de ganhar sempre. Estamos outra vez metidos dentro do pote dos que estão perto do líder.”