Tribuna Expresso

Perfil

Sporting

Jorge Jesus: "Fatigados? O Sporting já está no limite. O FC Porto não. Fez um joguinho no domingo e vai fazer outro agora"

Na antevisão ao Clássico de quarta-feira, a contar para a 2.ª mão das meias-finais da Taça de Portugal, o treinador do Sporting relembrou as dificuldades que a sua equipa passa nesta reta final do campeonato, fruto de uma temporada cheia de competição. Jorge Jesus admitiu ainda que William Carvalho não vai recuperar a tempo de defrontar o FC Porto, que chega a Alvalade com uma vantagem de 1-0

Expresso

JOÃO RELVAS/LUSA

Partilhar

Lesionados

"Quase todos os jogos perdemos um jogador e aquilo que é importante é a resposta que os jogadores têm dado. A equipa está muito confiante, muito junta, que tem muita vontade de fazer as coisas bem e amanhã com o jogador que tem jogado mais ou menos a resposta vai ser idêntica. William, Piccini, Mathieu, Coentrão e André Pinto? Podem estar fora amanhã do jogo, mas nestas últimas horas resta-nos alguma esperança. Mas o William não vamos ter tempo para recuperar para o jogo".

Porto mais motivado ou cansado após o clássico

"Motivadas estão as duas equipas. Fatigados? O Sporting já está no limite. O FC Porto não. Fez um joguinho no domingo e vai fazer outro agora. Nós andamos há meses nisto, jogar à quinta-feira e ao domingo. Estamos muito mais carregados. Resta-nos tentar que os jogadores não saíam lesionados dos jogos e tentar recuperá-los ao máximo. Mas nós queremos estar nesta situação, que é uma situação demonstrativa das decisões. O Sporting tem estado nas decisões todas".

Novas declarações de Bruno de Carvalho

"Como treinador tenho vários objetivos e o meu principal objetivo é proteger os meus jogadores. Meus, do presidente e do Sporting. Prepará-los e motivá-los para o jogo. De resto, não tenho nada a ver".

Meio-campo, com Bryan Ruiz ou mais musculado?

"O Bryan tem sido um jogador determinante na forma como tem vindo a recuperar a sua forma. Tem estado a jogar numa posição onde não jogava e tem desempenhado o papel muito bem. Tem momentos de jogo muito importantes. Vai ser uma decisão minha se o vou colocar por dentro ou por fora. Vai jogar, a não ser que no treino aconteça alguma coisa. Quando o tirei no Restelo já foi a pensar neste jogo, tal como o Bruno. O Bryan é um dos jogadores que está a chegar em melhor forma neste final de época. Bem, também esteve a descansar no início. No início da época eu mandei-o descansar [risos], mas agora está muito bem e vamos aproveitar o bom momento que está a ter".

A renúncia de Bas Dost à Holanda

"É pessoal, ele é que decidiu, ele é que sabe porquê. Também não sabia, nunca lhe fiz essa pergunta. Ele não tem o mesmo rendimento, mas isso não é só o Bas Dost. É o Messi, é o Ronaldo. O Ronaldo nem tanto, mas teve alguns períodos também assim. Isso tem uma razão de ser, é um tema que eu já expliquei aos meus jogadores. Eu sei porquê, mas fica para mim o porquê".

Factor casa

"Vai dar-nos uma percentagem de mais força, não tenho dúvidas nenhumas. Agora se vamos conseguir tirar partido desse factor… acreditamos que sim porque não passa só pelos jogadores, passa também pelos adeptos. É um factor psicológico e emocional".

Marega determinante no FC Porto?

"O Marega esteve muito tempo sem jogar, mas é um jogador que tem características individuais que poucos jogadores do FC Porto têm. Dá muita profundidade ao seu jogo e à equipa do FC Porto e por isso tem influência. Mas o FC Porto tem jogadores tão determinantes quanto o Marega, não vejo que seja só o Marega o jogador que faz a diferença".