Tribuna Expresso

Perfil

Sporting

Jesus: "Tivemos períodos de grande qualidade enquanto estivemos fresquinhos"

Feliz com uma vitória difícil frente ao Boavista, o treinador do Sporting admitiu que teve "dois ou três jogadores" ao intervalo "a dizer que não dava mais"

Expresso

JOSÉ SENA GOULÃO/LUSA

Partilhar

Análise

"Foi um jogo difícil, que já esperávamos. O Sporting foi um vencedor justo, tivemos três ocasiões de golo, além do golo, uma com Bas Dost, outra com Gelson e outra com Bruno Fernandes. A equipa do Boavista teve em alguns períodos mais posse de bola, mas durante os 90 minutos não teve uma oportunidade de golo. Não nos criou problemas nenhuns. O Sporting, com muita determinação, alma e coração, fez com que se suportassem 120 minutos mais penáltis. O objetivo era ganhar, ganhámos bem e tivemos períodos de grande qualidade enquanto estivemos fresquinhos. Os adeptos merecem, compareceram em grande número e é sinal que acreditam na equipa"

Problemas físicos do Sporting

"Os jogadores não fazem mais porque não podem, não dão mais porque não podem. O que estão a fazer já é exemplar, ao intervalo tive dois ou três jogadores a dizer que não dava mais. Gelson, Marcos... Disse-lhes que se morrermos, morremos lá dentro. O Acuña saiu com dificuldades, mas penso que foi mais por cansaço. O Mathieu não, penso que teve a ver com uma lesão, mas o médico vai fazer o diagnóstico. Temos mais uns dias para recuperar, sábado já jogamos em Portimão mas já temos uns dias para nos enchermos de oxigénio e recuperar melhor"