Tribuna Expresso

Perfil

Sporting

Ministério Público está a investigar agressões na Academia do Sporting

Um grupo de adeptos do Sporting entrou em Alcochete e agrediu o plantel, a equipa técnica e o departamento médico da equipa A de futebol

Marta Gonçalves

Partilhar

O Ministério Público está a investigar as agressões na Academia do Sporting, em Alcochete, confirmou à Tribuna Expresso fonte do MP.

Esta terça-feira a meio da tarde, por volta das 17h, um grupo de adeptos do Sporting de cara tapada entrou sem aparente resistência em Alcochete e dirigiu-se ao balneário onde se encontravam o plantel, a equipa técnica e o departamento médico da equipa A de futebol. Os jornalistas presentes foram ameaçados: se fossem filmados, poderiam sofrer represálias.

Durante alguns minutos, futebolistas e técnicos foram fechados e “agredidos à vez com chapadas e cabeçadas”. De acordo com várias fontes, Jorge Jesus terá levado uma cabeçada e uma cinturada; Acuña, Battaglia, William, Rui Patrício e Bas Dost também foram agredidos com violência – o holandês teve de ser suturado a feridas na testa que lhe foram infligidas quando tentava socorrer Jorge Jesus. Um dos preparadores físicos do Sporting terá sido inclusivamente esfaqueado.