Tribuna Expresso

Perfil

Sporting

Eduardo Barroso diz que Bruno de Carvalho “não tem condições” para se manter à frente do Sporting

Médico, um dos indefectíveis do presidente do Sporting, disse à SIC Notícias que o clube precisa de "alguém que consiga sarar as feridas" do Sporting e que Bruno de Carvalho já não será capaz de o fazer

Expresso

Luis Barra

Partilhar

Eduardo Barroso, antigo presidente da Assembleia Geral do Sporting e um dos indefectíveis de Bruno de Carvalho, disse esta quinta-feira em entrevista na SIC Notícias que o presidente do Sporting “não tem condições” para seguir à frente do clube.

“O Sporting vai precisar de alguém que consiga sarar as feridas e este momento já se percebeu que Bruno de Carvalho não tem essas condições”. O médico pediu ainda ao presidente que “ele próprio faça essa apreciação” e que se afaste “provisória ou definitivamente” da presidência.

“Ele cometeu demasiados erros”, disse.

Quanto aos acontecimentos de terça-feira na Academia de Alcochete, Eduardo Barroso diz que é “impensável” que Bruno de Carvalho esteja ligado ao ataque do grupo de 50 adeptos a jogadores e treinadores. “Conheço-o bem, é impensável. É impensável que ele seja o mandante disto. É difamatório e desonesto”, frisou.

Quanto à sucessão a Bruno de Carvalho, Eduardo Barroso colocou-se fora da da corrida para a direção ("Mas há outros cargos") e sobre a possibilidade de uma candidatura de José Maria Ricciardi, o antigo presidente da AG diz que este "ganharia com larga margem", mas não com o seu voto.

"Apoiá-lo? Claro que não! Voltar ao croquete?", atirou, antes de defender a continuidade de Jorge Jesus no bando do Sporting e a constituição de uma comissão de gestão para liderar o clube até novas eleições