Tribuna Expresso

Perfil

Sporting

Sporting emite comunicado a responder a patrocinador: “Este é apenas um exemplo da teia com o objetivo claro de derrubar a atual direção”

Em comunicado, o Sporting responde à Inforphone, empresa que anunciou esta sexta-feira a intenção de rescindir com o clube: “Este é apenas um exemplo da teia que está a ser urdida há muito tempo, com o objetivo claro de denegrir o Sporting Clube de Portugal e de derrubar a atual Direção”

Expresso

Matthew Lewis/Getty

Partilhar

Depois de ver a direção do Sporting manter-se em funções, dois dos patrocinadores do clube, a Grupovarius [AQUI] e a Inforphone [AQUI], anunciaram esta sexta-feira a intenção de rescindir os respetivos contratos que as ligam a Alvalade.

Esta tarde, o Sporting emitiu um comunicado a responder a uma dessas empresas, a Inforphone, voltando a repetir a mensagem que tinha sido proferida pela direção na conferência de imprensa de quinta-feira à noite: "O Sporting Clube de Portugal, como é público e já o denunciámos por diversas vezes, está sob um ataque, externo e interno, sem precedentes."

Segundo o comunicado publicado no Facebook, "nas últimas horas, a sucessão de notícias – umas verdadeiras (poucas), outras completamente falsas e caluniosas – pretende dar a ideia de um clube em desagregação e com uma liderança frágil, isolada e sem rumo".

Mas o Sporting alega que a verdadeira intenção da Inforphone é outra, uma vez que é a empresa que está em "incumprimento" com o clube. "Importa dizer que este é apenas um exemplo da teia que está a ser urdida há muito tempo, com o objetivo claro de denegrir o Sporting Clube de Portugal e de derrubar a atual Direção", lê-se no comunicado.

O clube adianta que a empresa está em "dificuldades financeiras graves, na sequência da falência da fábrica onde eram produzidos os componentes", e já tinha informado o Sporting que pretendia encerrar a ligação entre as partes muito antes desta semana.

"O Presidente Executivo do Grupo Inforphone, num exercício de total desonestidade intelectual, decidiu contribuir ativamente para o ambiente que estamos a viver, recorrendo a argumentação que falha com a verdade, alinhando com os objectivos da campanha negra contra o Sporting Clube de Portugal e escondendo a situação financeira do Grupo a que preside, e que são as únicas razões objetivas para a anunciada caducidade unilateral do contrato de parceria com a Inforphone", pode ler-se no mesmo texto.

A concluir, o clube apela "à calma e serenidade de todos os sportinguistas", alertando também "para as intenções de quem, interna e externamente, continua e continuará a alimentar este ataque torpe e soez ao nosso clube".

Leia o comunicado na íntegra: