Tribuna Expresso

Perfil

Sporting

Carta aberta aos jogadores do Sporting: "Não virem as costas ao clube" porque “há um dia seguinte”

Na véspera da final da Taça de Portugal, que o Sporting joga este domingo com o Desportivos das Aves, 32 personalidades públicas ligadas ao clube de Alvalade escrevem mensagem de solidariedade para os jogadores, pedem-lhes que “não virem as costas” ao Sporting e sublinham que há um “caminho novo” para o clube.

STANISLAV FILIPPOV

Partilhar

António Pires de Lima, Francisco Soares dos Santos, Paulo Portas ou Pedro Santana Lopes – este último, antigo presidente do clube – são quatro das 32 personalidades que decidiram, num momento particularmente sensível para o Sporting, escrever uma carta aberta aos jogadores do futebol profissional dos leões.

Os signatários quiseram, com a mensagem, manifestar “total solidariedade” com o grupo, mas deixar também um apelo.

Com as muitas notícias saídas nos últimos dias a darem conta da possibilidade de muitos atletas do plantel principal rescindirem contratos com o clube, os 32 escrevem que “há um futuro. Há um dia seguinte e há um caminho”.

“Ajudem-nos a ajudar-vos para iniciarmos juntos um novo caminho de sucesso”, apela ainda a carta que pede aos jogadores do Sporting, explicitamente, para que “não virem as costas” ao clube.

“Assumam connosco já a partir desta segunda-feira um pacto de sangue, verde de esperança”, remata a carta a que a Agência Lusa teve acesso e que está este domingo reproduzida em vários jornais.

A missiva, na íntegra.

Carta Aberta aos Jogadores do Futebol Profissional do Sporting

"O país assistiu nos últimos dias a vários e sucessivos acontecimentos de enorme gravidade que nos deixaram profundamente chocados, tendo provocado no seio da família sportinguista uma mágoa tremenda e feridas muito difíceis de sarar.

Acontecimentos de uma gravidade impressionante que nunca alguém sequer imaginou que pudessem acontecer numa sociedade moderna e num Clube centenário, com a dimensão, a história e o prestígio do Sporting Clube de Portugal.

Os valores do nosso Clube foram construídos com Esforço, Dedicação, Devoção e Glória dos quais vocês todos, sem exceção, fazem parte, e por isso deixamos vincada a nossa total solidariedade pela situação vivida e que se está a viver, não só enquanto atletas profissionais, mas também enquanto homens, filhos ou pais de família.

Sabemos que viveram um momento único e talvez o mais difícil das vossas vidas, certamente extensível a todos quantos vos são queridos, e que este é um momento ingrato, injusto e muito doloroso.

É por isso que estamos aqui, solidários com todos vocês mas também empenhados em agir de imediato, deixando uma mensagem de confiança no futuro.

Sim, há um presente triste e negro que estamos todos a viver, mas há um futuro.

Há um dia seguinte e há um caminho. Porque há gente com o "Sporting no sangue", que como nós, são sócios adeptos e simpatizantes espalhados pelo mundo, dos mais humildes aos mais bem posicionados na sociedade nos seus diversos setores, com enorme prestigio, capacidade e reconhecimento profissional, que tudo farão para salvar o Sporting Clube de Portugal desta situação. Disponíveis, unidos e mobilizados de forma empenhada para ultrapassarmos juntos, convosco, este difícil momento das vossas vidas profissionais e pessoais.

E por isso vos deixamos também um forte apelo. Um apelo ao vosso coração, ao vosso amor ao Clube, à vossa responsabilidade e sobretudo ao vosso reconhecimento e respeito para com os mais de três milhões de adeptos do Sporting Clube de Portugal espalhados pelos quatro cantos do mundo.

Uma família que nunca vos deixou nem nunca vos deixará sozinhos. O Clube que representam, e o leão que trazem ao peito, precisa hoje, mais do que nunca, de todos.

A nossa história precisa e merece o vosso contributo e responsabilidade. Dentro, mas também fora das quatro linhas. O futuro desta grande instituição centenária não está nos vossos pés, está nas vossas e nas nossas mãos. Juntas, unidas e coesas. Ajudem-nos a ajudar-vos para iniciarmos, juntos, um novo ciclo, um novo caminho de sucesso para que possamos construir um novo futuro para o Sporting Clube de Portugal. Não virem as costas ao nosso Clube. Demonstrem uma vez mais que têm o "Sporting no sangue". Porque este é um sangue de força, de energia, de rejuvenescimento, de vontade de ganhar. É um sangue de valores éticos, morais e sociais que voltarão a fazer do Sporting o Grande Sporting Clube de Portugal.

Fiquem sempre e para sempre associados à história deste grandioso Clube, e assumam connosco, já a partir de segunda feira, um pacto de sangue, verde de esperança.

Viva o Sporting Clube de Portugal

Assinam:
António Esteves
António Pires de Lima
Bernardo Trindade
Carlos Barbosa da Cruz
Carmona Rodrigues
Diogo Lacerda Machado
Fernando Faria de Oliveira
Filipe de Botton
Filipe Soares Franco
Francisco Calheiros
Francisco Soares dos Santos
Gonçalo de Sampaio
João Viegas Soares
João Marques Cruz
João Xara-Brasil
Jorge Coelho
José Vera Jardim
Luís Cortes Martins
Luís Marques
Luís Palha da Silva
Marco Lebre
Mário David
Mário Patrício
Miguel Frasquilho
Miguel Salema Garção
Nicolau Santos
Nuno Fernandes Thomaz
Paulo Núncio
Paulo Portas
Pedro Baltazar
Pedro Santana Lopes
Tomás Froes"