Tribuna Expresso

Perfil

Sporting

Daniel Oliveira: "Os sócios não podem participar numa Assembleia Geral convocada por um órgão inexistente"

O conhecido sportinguista e colaborador do Expresso escreveu dois posts no Facebook que a criticar a Comissão Transitória da Mesa da Assembleia Geral, órgão criado por Bruno de Carvalho e que "pura e simplesmente não existe nos estatutos do Sporting"

Expresso

José Carlos Carvalho

Partilhar

Entre sexta-feira e sábado, Daniel Oliveira recorreu ao Facebook para criticar a postura do presidente do Sporting na última semana. O sportinguista, e antigo apoiante de Bruno de Carvalho, condena "o grau de arbitrariedade" do dirigente, considerando que "não está em condições de defender os interesses do clube num momento que se afigura muitíssimo perigoso".

Após ler os estatutos do clube, Daniel Oliveira defende que, no documento, "nada existe sobre comissões transitórias da mesa", referindo-se ao órgão criada pelo Conselho Diretivo do clube para convocar uma Assembleia Geral ordinária para 17 de junho - "É uma invenção de Bruno de Carvalho", escreveu, num dos posts.

Em outro, no qual partilha uma ação de protesto, marcada para segunda-feira, com o intuito de evocar a marcação de eleições antecipadas no Sporting, cataloga a referida atitude de Bruno de Carvalho como "uma violação grosseira dos estatutos".

O Sporting, escreveu ainda, "não pode ficar refém de um homem que evidentemente perdeu o controlo sobre os seus próprios atos".