Tribuna Expresso

Perfil

Sporting

Providência cautelar contra Bruno de Carvalho já deu entrada em tribunal

Iniciativa da mesa da assembleia geral visa a destituição da atual direção do Sporting. Fundamento do pedido será explicado nesta terça-feira em conferência de Imprensa

Pedro Candeias

TIAGO MIRANDA

Partilhar

A providência cautelar pedida pela Mesa da Assembleia Geral do Sporting com o objetivo de garantir a realização da Assembleia Geral Extraordinária destinada à destituição da atual direção do clube, liderada por Bruno de Carvalho, já deu entrada em tribunal.

A Mesa da Assembleia Geral demissionária, presidida por Jaime Marta Soares, irá explicar esta terça-feira, ao final da tarde, os fundamentos da providência cautelar através de uma conferência de imprensa.

Este é mais um capítulo de uma história de comunicados e contra-comunicados que tem Bruno de Carvalho como protagonista. Recorde-se que, no domingo, a atual direção "repudiou" uma eventual providência cautelar da MAG, dizendo que 2018 era "o melhor ano da história" por força da saúde financeira e dos títulos conquistados nas modalidades.