Tribuna Expresso

Perfil

Sporting

Segurança reforçada para o dia mais importante da vida recente do Sporting

Os sócios votam este sábado se querem a destituição de Bruno de Carvalho, o presidente do Sporting que está no segundo mandato. Membros do conselho diretivo podem estar na assembleia geral (AG) como sócios. As portas do antigo Pavilhão Atlântico, no Parque das Nações, abrem às 12h, duas horas antes do arranque da AG. O fim da votação está agendada para as 20h

Hugo Tavares da Silva

José Carlos Carvalho

Partilhar

Quando o Sporting joga com Benfica ou FC Porto tomam-se medidas de segurança especiais. Chamam-lhe “jogos de alto de risco”, pois a paixão e a rivalidade às vezes resvalam para o lado errado do desporto. Este sábado, na assembleia geral do clube que andou, desandou e voltou a andar, será igual: a reunião de sócios que vai definir o fado do Sporting será de alto risco, com segurança musculada garantida pela PSP.

Os sócios votam se querem destituir ou não Bruno de Carvalho (BdC), o presidente que está no segundo mandato depois de ter sido reeleito em março de 2017 com 86% dos votos, naquelas que foram as eleições mais concorridas de sempre em Alvalade.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito para Assinantes ou basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso, pode usar a app do Expresso - iOS e android - para fotografar o código e o acesso será logo concedido)