Tribuna Expresso

Perfil

Sporting

BdC diz que vai mudar. Outra vez. "Não tem noção de com quem está a falar. Sou Bruno Miguel Azevedo Gaspar de Carvalho e presidente da SAD"

Entrevista SIC

O presidente destituído do Sporting insiste que a assembleia geral de sábado "está ferida de ilegalidade". Em direto ao telefone no programa Play-Off da SIC Notícias, Bruno de Carvalho disse que aceita as eleições de 8 de setembro, que vai concorrer e que "as pessoas vão decidir".

Partilhar

Para Bruno de Carvalho há várias razões para impugnar a assembleia. Desde logo porque não recolheu os votos necessários para o assembleia geral destitutiva, segundo o próprio.

Ainda assim, reconhece culpa nos resultados de sábado, em que a maioria dos votantes e dos votos foram pelo sim à destituição do Conselho Diretivo. "Os sócios querem algo de diferente", disse e acrescentou :"vou a eleições e as pessoas vão decidir".

A propósito da decisão da Comissão de Gestão do substituir por Sousa Cintra, Bruno de Carvalho sublinhou que considera que ainda é presidente da SAD e que as "as decisões não são válidas até a ata de Assembleia Geral ser aprovada".

Quanto ao possível despedimento do técnico que acabou de contratar, Siniša Mihajlović, disse ainda que "é absurdo pagar uma indemnização ao treinador", que considera ser uma boa escolha para o Sporting.