Tribuna Expresso

Perfil

Sporting

Sousa Cintra já começou a trabalhar no Sporting (e CMVM já comunicou alterações na SAD): “Vão ser encontradas as soluções adequadas”

O novo presidente da SAD do Sporting já está a trabalhar e as mudanças já foram oficialmente divulgadas pela CMVM

Tribuna Expresso e Lusa

Sousa Cintra é o novo presidente da SAD do Sporting até que sejam realizadas eleições no clube, a 8 de setembro de 2018

TIAGO PETINGA/LUSA

Partilhar

O presidente da SAD do Sporting nomeado pela Comissão de Gestão, Sousa Cintra, manifestou-se hoje convicto de que o clube começará a época forte e a lutar pelo título, considerando essencial “fazer boas escolhas”.

“Queremos uma época boa e forte, na qual o Sporting possa lutar pelo título, como é sempre a sua ambição”, disse Sousa Cintra, à entrada das instalações da SAD ‘leonina’.

O antigo presidente dos ‘leões, que agora foi nomeado pela CG para substituir Bruno de Carvalho na liderança da SAD, considerou que para a equipa de futebol conseguir lutar pelos primeiros lugares, é essencial “tomar decisões acertadas, sem errar nas escolhas”.

Sousa Cintra defendeu ainda a necessidade de “compromisso daqueles que possam vir a trabalhar com o Sporting”, e disse estar “certo de que vão ser encontradas as soluções adequadas para que o Sporting volte a ser o grande Sporting”.

“O Sporting é um clube com uma enorme grandeza e estou certo de que vou encontrar as soluções todas para que os sportinguistas se revejam no clube”, disse o presidente da SAD, nomeado no domingo, um depois de Bruno de Carvalho ter sido destituído em Assembleia Geral.

Esta terça-feira, a CMVM também publicou a nova composição da SAD sportinguista, informando o mercado que Bruno de Carvalho já não faz parte da mesma.

Na informação enviada ao regulador do mercado, o Sporting precisa que a designação de Sousa Cintra, de 73 anos, como administrador da SAD ‘leonina’ tem efeito apenas até ao fim do mandato em curso, referente ao quadriénio 2014/2018.

Sousa Cintra remeteu para quarta-feira declarações sobre a situação financeira do clube, da que se está a inteirar, e sobre a continuidade do técnico de futebol sérvio Sinisa Mihajlovic, recentemente contratado por Bruno de Carvalho para substituir Jorge Jesus.

A destituição de Bruno de Carvalho ocorreu pouco mais de um mês depois de cerca de 40 adeptos ‘leoninos’ terem invadido a Academia do clube, em Alcochete, e agredido alguns jogadores e membros da equipa técnica.

O ataque aconteceu dias depois do Sporting ter falhado o segundo lugar do campeonato, que dava acesso à Liga dos Campeões, e dias antes de os ‘leões’ terem perdido a taça de Portugal.

Após o final da época, um total de nove jogares rescindiram alegando justa causa, e o clube viu-se envolvido na sua maior crise diretiva de sempre.