Tribuna Expresso

Perfil

Ténis

Tio de Nadal deixa de treinar o sobrinho

Tio e técnico de Rafael Nadal, Toni Nadal, anunciou que vai deixar de treinar e acompanhar o sobrinho para dedicar-se aos jovens talentos da sua academia de ténis

Toni treinou Rafael durante 27 anos

Michael Dodge

Partilhar

Desde os três anos que Rafael Nadal deixou de olhar Toni Nadal apenas como tio e passou a ver nele o treinador que havia de levá-lo a Nº1 do ténis mundial. A parceria correu bem, até agora. Toni acabou de anunciar que não vai treinar mais o sobrinho nem acompanhá-lo no circuito ATP, porque sentiu que perdeu espaço na sua carreira.

"Até os 17 anos do Rafa era eu quem decidia tudo. Depois chegou o Carlos Costa como empresário e juntou-se ao pai do Rafa. Cada um com suas opiniões. A verdade é que a cada ano que passa eu decido cada vez menos, chegando a um ponto em que eu não decidia nada", afirmou Toni, em entrevista publicada pelo site "Il Tennis Italiano"

Nadal possui três técnicos - Toni, Carlos Moyá e Francisco Roig - e foi mesmo Toni quem aconselhou a contratação de Moya. A relação nunca viveu momento de crise, assegurou o técnico, mas começava agora a dar sinais de algum desgaste, pelo que depois de já ter anunciado que iria afastar-se em 2018, Toni resolveu antecipar a sua saída de cena.

"Tenho viajado durante muitos anos com Rafa e, agora, quero voltar a treinar os jovens e a nossa academia é o lugar perfeito para isso. Quero cuidar das crianças neste momento que é o mais delicado para eles", justificou o técnido de 55 anos.