Tribuna Expresso

Perfil

Ténis

E vão duas meias-finais para João Sousa este ano

O tenista português venceu esta sexta-feira o argentino Federico Delbounis, pelos parciais de 6-3 e 6-1, e avançou para as meias-finais do torneio de São Paulo. É a segunda vez esta época que João Sousa chega a esta fase de um torneio ATP 250

Diogo Pombo

Scott Barbour

Partilhar

João Sousa não esteve para brincadeiras - ganhou 91% dos pontos após o primeiro serviço e nunca enfrentou um ponto de break. E foi nisso que se baseou para fazer o que fez na tarde desta sexta-feira: vencer Federico Delbounis e avançar para as meias-finais do torneio de São Paulo, no Brasil.

O tenista português, 37.º do ranking mundial, ganhou ao argentino, 54.º da classificação, pelos parciais de 6-3 e 6-1.

Após o encontro, e além de dizer que "é estranho falar em português no final de um jogo", o tenista português resumiu a forma como dominou o adversário: "Foi atípico, penso que ele [Delbounis] não jogou bem porque não o deixei. Obriguei-o sempre a jogar o ponto na resposta".

Com este resultado, João Sousa vai jogar as meias-finais de um torneio ATP 250 pela segunda vez esta temporada. Fê-lo, antes, em Auckland, na Nova Zelândia, em janeiro.

Aí, chegou mesmo à final, onde foi derrotado por Jack Sock, tenista norte-americano e, na altura, o 23.º melhor do ranking ATP. Agora, terá de esperar pelo resultado da partida entre o argentino Guido Pella (166.ª) e o espanhol Alberto Ramos-Vinolas (24.º) para saber quem defrontará nas meias-finais, a realizar no sábado.

João Sousa, 27 anos, tem dois títulos em torneios ATP - venceu o Open da Malásia, em 2013, e o de Valência, em 2015, ambos da categoria 250.

  • Mexe os pés, João

    Multimédia

    Um rapaz saiu de casa aos 15 anos e foi para a Catalunha à procura de um sonho. Levou com ele a determinação, o talento e os conselhos de quem ficou para trás, a vê-lo crescer à distância de um telefonema Porque João Sousa está numa final, republicamos aqui um trabalho feito em 2016 e que retrata a vida deste tenista singular da nossa história