Tribuna Expresso

Perfil

Ténis

Nick Kyrgios procura compradores para bólide azul clarinho

O tenista usou a sua página no Facebook para anunciar que está a vender o BMW F80 M3 e enumerar as condições do seu antigo carro.

Sónia Santos Costa

Julian Finney

Partilhar

Nick Kyrgios, o controverso número 16 mundial do ténis, teve esta semana uma saída que surpreendeu os seus 250 mil seguidores: transformou a sua página do Facebook num palco improvisado de um leilão. O objeto em causa é o seu primeiro carro, um BMW, pelo qual pede ofertas “por mensagem privada”.

O australiano partilhou no seu perfil uma fotografia e uma legenda bastante detalhada acerca das caraterísticas e condições da viatura. Trata-se de um “BMW F80 M3 de 2015, pintado de azul claro, meticulosamente cuidado, com todos os serviços prestados. Foi pintado, tem apenas 16 mil quilómetros e um interior em pele”, descreveu cuidadosamente o tenista, que acrescenta ainda que o carro só teve um dono - ele próprio, claro está.

Justifica que não costuma usar as redes sociais para este tipo de apelos, mas que é uma exceção da qual já estava na hora de se desfazer… Os seguidores reagiram com comentários irónicos, como um que o aconselhou a dedicar-se à carreira no ténis - e ao qual ele respondeu “Obrigado, pai”. Outro comentário ainda, cheio de sarcasmo (“Que coincidência! Estou à procura de um carro na faixa dos seis mil dólares. Manda-me mensagem e podemos resolver isso”) mereceu uma resposta imediata e igualmente audaz do tenista: “Eu envio-te o tanque da gasolina”.

O motivo da venda também intrigou os seus fãs no Facebook, já que faturar não tem sido problema para o jovem. Quando um deles respondeu à publicação a insinuar que Kyrgios estava “a precisar de dinheiro para as viagens dos torneios em terra batida”, o australiano de 21 anos respondeu de rei na barriga: “Provavelmente não, amigo! As meias-finais em Miami renderam-me 280 mil dólares”.