Tribuna Expresso

Perfil

Ténis

David Ferrer regressa ao Estoril Open

Tenista espanhol recebeu um wild card e regressa a Portugal depois de ter disputado a final da prova com Stanislas Wawrinka em 2013

Lusa

O tenista espanhol David Ferrer tem 35 anos

GREG WOOD/GETTY

Partilhar

O tenista espanhol David Ferrer, antigo terceiro jogador do ranking mundial, recebeu um 'wild card' para disputar o quadro principal do Estoril Open, que principia no sábado no Clube de Ténis do Estoril.

O atleta, de 35 anos e que tem 26 títulos no currículo, é um histórico do ténis espanhol, revelando-se como o segundo melhor da última década, atrás de Rafael Nadal.

"É um tenista que habituou a deixar tudo em campo. A sua combatividade é lendária e a sua qualidade também -- ganhou 26 títulos em todas as diferentes superfícies da modalidade, chegou à final de Roland Garros e ganhou a Taça Davis ao serviço do seu país", justifica João Zilhão.

Segundo o diretor do torneio, a organização "não podia ficar indiferente ao seu apelo, sabendo que ele vai dar o seu máximo e tendo também em conta não só o numeroso público espanhol que habitualmente marca presença no torneio".

Ferrer volta a Portugal pela primeira vez desde que jogou a final do Portugal Open em 2013, que perdeu para o suíço Stanislas Wawrinka.

Jogou ainda a final de Roland Garros (cedendo apenas para Rafael Nadal) e do Masters (ATP World Tour Finals), derrotando na carreira todos os melhores tenistas mundiais.

Nos habituais acertos na lista de entradas diretas, verifica-se ainda as saídas de Yoshihito Nishioka (Japão), Daniil Medvedev (Rússia) e Juan Monaco (Argentina) por lesão, substituídos por Kevin Anderson (África do Sul, 74.º na altura do fecho e ex-top 10 mundial), Evgeny Donskoy (Rússia, 81.º) e Stéphane Robert (França, 88.º).

Gastão Elias, que já recebeu um convite para o quadro principal, será o próximo a entrar diretamente em caso de uma nova desistência, libertando assim o respetivo 'wild card' para outro jogador, nacional ou estrangeiro.