Tribuna Expresso

Perfil

Ténis

Adivinhem quem voltou: Sharapova ganha primeiro título após a suspensão

Russa venceu o Tianjin Open, na China, após bater a bielorrussa Aryna Sabalenka em dois sets. Desde maio de 2015 que Sharapova não conquistava um torneio

Lídia Paralta Gomes

WANG ZHAO/Getty

Partilhar

Maria Sharapova ganhou um título. Desde maio de 2015 que ninguém escrevia esta frase porque daí até hoje muita coisa se passou na vida da russa de 30 anos.

Uma suspensão por consumo de meldonium que a deixou de fora durante todo o ano de 2016 e parte de 2017 e depois o sempre complicado regresso, com muito boa gente a torcer o nariz aos wildcards oferecidos à antiga ex-número 1 do Mundo, uma das atletas do planeta que mais dinheiro gera.

Pois bem, polémicas à parte, foi exatamente com um convite que Sharapova entrou no Tianjin Open, na China, e só parou com o troféu nas mãos, depois de bater na final a bielorrussa Aryna Sabalenka (101.º WTA) em dois apertados sets, com parciais de 7-5 e 7-6(8).

Este foi o sétimo torneio de Sharapova após o regresso à competição, em abril. A russa é neste momento 86.º do ranking mundial, mas na segunda-feira, deverá pontificar já no lugar 57 da lista WTA.

  • Autores

    Escreveu o primeiro texto sobre futebol aos 7 anos, quando a professora primária pediu uma redação de tema livre à turma. Daí até começar a esgueirar-se pela papelaria da terra para ler os desportivos à socapa foi um pequeno passo. Ainda tentou Direito, mas logo percebeu que aquela composição tinha o carimbo do destino. Estudou as artes do jornalismo na Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra e, depois de uma passagem por Madrid, aterrou em Lisboa para estagiar no Record. Por lá ficou seis anos, até chegar ao Expresso em 2016.