Tribuna Expresso

Perfil

Ténis

Aconteça o que acontecer, Nadal acaba o ano em 1.º

O espanhol Rafael Nadal assegurou esta quarta-feira a manutenção na primeira posição no ranking mundial no final da temporada, após vencer o sul-coreano Ching-Hyeon em dois sets, por 7-5 e 6-3, em Paris

Lusa

Aly Song

Partilhar

Seja qual for o desfecho do Masters de Londres, que se realizada de 12 a 19 de novembro, nenhum dos seus mais diretos perseguidores conseguirá alcançar o tenista espanhol de 31 anos, que já em 2008, 2010 e 2013 terminou a temporada no topo da hierarquia do ténis mundial.

Nadal é também o mais velho número um do mundo desde a criação da classificação ATP, em 1973.

Depois de em 2015 e 2016 o tenista natural das ilhas Baleares espanholas ter realizado épocas dececionantes, em 2017, Rafael Nadal regressou em força, vencendo cinco torneios, entre os quais Roland Garros e o US Open.

Apesar disso, Nadal perdeu por quatro vezes contra o seu grande rival, o suíço Roger Federer, entre as quais a final do Open da Austrália.