Tribuna Expresso

Perfil

Ténis

Federer está de volta ao topo do ranking, cinco anos depois

Velho, ele? Nem pensar. Cinco anos e quatro meses depois, Roger Federer volta a ser líder do ranking ATP - e é o líder mais velho de sempre, com 36 anos e 195 dias

Expresso e Lusa

None

Partilhar

Mesmo antes de começar a jogar em Roterdão, Roger Federer já sabia que podia regressar à liderança do ténis mundial. O tenista helvético, que no Open da Austrália conquistou o 20.º 'Grand Slam' da carreira, estava a apenas 155 pontos de Rafael Nadal e espanhol não ia competir, pelo que Federer só precisava de chegar às meias-finais do torneio.

Conseguiu-o esta sexta-feira, ao vencer o holandês Robin Hasse, 42º do ranking, por 4-6, 6-1 e 6-1, em pouco mais de uma hora.

Ou seja, Roger Federer será, a partir de segunda-feira, o novo líder do ranking ATP, ultrapassando o rival Nadal. Um regresso após mais de cinco anos fora do número um - a última vez foi em outubro de 2012 - e sendo agora o mais velho número um de sempre: tem 36 anos e o máximo estava nos 33 anos do norte-americano Andre Agassi.

Por outro lado, dilatará o recorde de número de semanas em primeiro, que já lhe pertence, com 302.