Tribuna Expresso

Perfil

Ténis

Vitória no Estoril Open, um salto enorme no ranking - têm sido uns dias felizes para João Sousa

Tenista português subiu 20 lugares no ranking ATP e é agora 48.º do mundo. Desde agosto do ano passado que o vimaranense não figurava no top 50

LUSA

Carlos Rodrigues/Getty

Partilhar

O tenista João Sousa, que no domingo se tornou no primeiro português a conquistar o Estoril Open, subiu 20 lugares no ranking ATP e passou a ocupar o 48.º lugar, regressando praticamente um ano depois ao top 50.

No Estoril, o jogador vimaranense, de 29 anos, venceu o terceiro título da carreira, depois de Kuala Lumpur (2013) e Valência (2015), ao bater o norte-americano Frances Tiafoe, 68.º do ranking, em dois 'sets', com um duplo 6-4.

Sousa, que tem como máximo de carreira o 28.º posto da hierarquia mundial, regressa ao top 50, em que já não figurava desde agosto do ano passado.

O topo do ranking manteve-se inalterado, com o espanhol Rafael Nadal a continuar na liderança, seguido do suíço Roger Federer, segundo, e do germânico Alexander Zverev, terceiro.

Destaque para o búlgaro Grigor Dimitrov, que subiu ao quarto lugar por troca com o croata Marin Cilic, que caiu para quinto.

Gastão Elias continua como o segundo melhor português, tendo perdido quatro posições e caído para o 112.º lugar, enquanto Pedro Sousa, que esteve perto de vencer João Sousa no Estoril Open, segue no 144.º posto.

No ranking feminino, Simona Halep continua no comando, à frente da dinamarquesa Caroline Wozniacki, segundo classificada, e da espanhola Garbine Muguruza, terceira.

A nível nacional, Michelle Larcher de Brito, a tenista portuguesa mais bem cotada, perdeu 41 lugares e saiu do top 500, ocupando agora o 520.º lugar. Inês Murta segue no 617.º posto, enquanto Maria João Koehler é 680.º classificada.

  • Mexe os pés, João

    Ténis

    Um rapaz saiu de casa aos 15 anos e foi para a Catalunha à procura de um sonho. Levou com ele a determinação, o talento e os conselhos de quem ficou para trás, a vê-lo crescer à distância de um telefonema Porque João Sousa venceu o Estoril Open, republicamos aqui um trabalho feito em 2016 e que retrata a vida deste tenista singular da nossa história