Tribuna Expresso

Perfil

Um Azar do Kralj

O empate do Benfica deixou Um Azar do Kralj a falar sérvio: ако је лако није за нас. Que é como quem diz: bardacoiso para isto tudo

O Benfica empatou em Paços e pode perder a liderança, mas se isto fosse fácil não era para eles, nem para Rui Vitória, que procurou Pizzi a meio do jogo quando lhe mandou um bilhete com a seguinte frase: "Ajuda-me, o que é que eu faço?"

Vasco Mendonça e Nuno Dias, Um Azar do Kralj

Rui Vitória e Eliseu em Paços de Ferreira

FRANCISCO LEONG/GETTY

Partilhar

Ederson

O melhor elogio que lhe podemos fazer hoje carece de prova. Aos 63 minutos, a remate de Welthon, não se percebe pelo som de chapa se a bola bateu na trave ou na mão de Ederson. É mais um elemento que importa averiguar para se perceber afinal de que material é feito o corpo de Ederson. Tirando isso, nem o falhanço de Jonas no último segundo o tornará ateu.

Nélson Semedo

Foi, com 100% de certeza, um dos responsáveis pelos 68% posse de bola da sua equipa e um dos que mais fez para evitar que chegássemos ao fim com 0% de aproveitamento. Quase sempre bem defensivamente e participativo nas acções atacantes, Salvio uma ou outra.

Luisão

Fez tudo o que podia: uma mão cheia de intervenções cruciais que evitaram golos do adversário e meia dúzia de idas lá à frente para agitar as águas no ataque. Fez tudo o que podia, mas um pouco como se um carro de fórmula 1 fizesse uma paragem na box e só aparecesse um velhote para mudar os pneus.

Lindelof

Luís Filipe: Look, kid, I - how much you weigh, son? When you weighed one hundred and sixty-eight pounds you were beautiful. You coulda been another Billy Conn, and that skunk we got you for a manager, he brought you along too fast.

Victor: It wasn't him, Charley, it was you. Remember that night in the Garden you came down to my dressing room and you said, "Kid, this ain't your night. We're going for the price on Wilson." You remember that? "This ain't your night"! My night! I coulda taken Wilson apart! So what happens? He gets the title shot outdoors on the ballpark and what do I get? A one-way ticket to Palooka-ville! You was my brother, Charley, you shoulda looked out for me a little bit. You shoulda taken care of me just a little bit so I wouldn't have to take them dives for the short-end money.

Luís Filipe: Oh I had some bets down for you. You saw some money.

Victor: You don't understand. I coulda had class. I coulda been a contender. I coulda been somebody, instead of a bum, which is what I am, let's face it. It was you, Charley.

Eliseu

QUASE. Sabem aquela língua dobrada que Ricardo Quaresma faz sempre que falha uma trivela ou tem vontade de agredir um adversário? Acontece-nos o mesmo com remates do Eliseu ao poste. Foi dos melhores. É verdade que a sua titularidade está associada ao pior período da época, mas têm sido cada vez mais os momentos em que nos faz esquecer a lesão de Grimaldo. Não concordam? Dobrem a língua.

Samaris

É conhecido nos meios intelectuais da modalidade por, e passamos a citar, “recuar no terreno para iniciar a fase de construção”. Na taberna onde nós vemos a bola, é um relaxado que passa para trás 9 em cada 10 vezes. Na alta sociedade do comentarista, é “um médio que ajuda a gerir os ritmos do jogo”. Na taberna onde nós vemos a bola, é um gajo que não copula nem sai de cima. Hoje foi mais ou menos isto.

Pizzi

Exibição muito esclarecida, pelo menos até ao momento em que recebe um papel de Rui Vitória com a mensagem “ajuda-me, o que é que eu faço?”. Passou-lhe pela cabeça correr em direcção ao banco e pedir satisfações ao mister, mas teve receio de levar amarelo.

Salvio

Mais uma exibição a fazer lembrar a nossa página de facebook favorita, chamada “Necessito de um abraço. Não perguntes, não digas nada… Abraça-me apenas :/ ”. Não gozem, amigos. A página tem mais de 500 mil fãs, muitos deles com Red Pass.

Zivkovic

É um dos jogadores que mais parece respeitar os princípios de jogo de Rui Vitória. Interessante. Os seus melhores momentos nas últimas semanas surgiram quando a) teve Jonas por perto, b) colocou a bola entre os centrais e o guarda-redes por forma a que ninguém, nem mesmo um colega seu, conseguisse chegar à bola, ou c) cruzou tenso para o espaço vazio entre os centrais , uma, duas ou dez vezes se necessário, até um colega aparecer. Há-de aparecer. É preciso ter calma. ако је лако није за нас (“se fosse fácil não era para nós” em sérvio)

Jonas

Arriscamos dizer que nenhum outro jogador gosta tanto de voltar atrás para vir buscar a bola. Ainda não percebemos se o faz pelo prazer de ter a bola mais tempo coladinha ao pé, se é uma tentativa de se redimir pelo ocasional passe falhado, ou se é simplesmente por recear que Samaris toque na bola. Hoje foi um pouco de tudo isto. Falhou um cabeceamento à boca da baliza no antepenúltimo segundo do jogo. Lamentavelmente, já não foi a tempo de vir buscar jogo cá atrás. Terá de compensar com um hat-trick frente ao Porto.

Mitroglou

Desta vez não marcou e também não teve grandes oportunidades para isso, fruto da noite pouco inspirada dos colegas imediatamente atrás de si, ao seu lado, ou à sua frente, dependendo da posição que o grego ocupou no relvado ao longo da partida. No final do jogo levou as mãos à cabeça, consciente de que meia internet iria partilhar aquele gif do adeus para a bancada.

Rafa

15 milhões de euros para ser utilizado em meia dúzia de jogos, a maioria deles já em modo salve-se quem puder. É um pouco como comprar uma garrafa de Pera Manca e um dia usa-se no refogado porque se acabou o Casal da Eira.

Cervi

O mais esforçado dos suplentes, ainda assim perdido numa imensidão de pernas como uma criança no areal da Quarteira em Agosto. Entrou depois de Rafa, também para refrescar as faixas laterais, sim, porque meter outro jogador de área a 15 minutos do fim nesse momento seria muito mainstream.

Jiménez

Bardacoiso para isto tudo.

Rui Vitória

É só para dizer ao mister que alguns de nós estão, como é que se diz, no red line. Um abraço.