Tribuna Expresso

Perfil

O desporto como nunca o leu: a newsletter Tribuna 12.45.
Todas as segundas-feiras, à hora marcada

Ao subscrever, a informação partilhada será usada de acordo com a Política de Privacidade

  • A Dinamarca dos anos 80 é uma das equipas de culto, gozando de um misticismo especial mesmo sem ter vencido qualquer competição, tal como a Hungria de 1954, a Holanda de 1974 e o Brasil de 1982. A Tribuna Expresso conversou com o jornalista Rob Smyth, um dos autores do livro "Danish Dynamite: The Story of Football's Coolest Team" para recordar Simonsen, Elkjær, Laudrup e companhia

  • Manuel Locatelli marcou dois dos três golos com que a Itália bateu facilmente a Suíça, num encontro em que carimbou desde já o apuramento para a fase a eliminar, além de ter mostrado que pode ir longe neste Euro. Com uma linha média a funcionar na perfeição, faltou apenas aos italianos alguma eficácia no último passe - já o são, mas quando isso sair bem, serão ainda mais temíveis

  • A seleção não criou o engodo necessário de modo a que a Hungria viesse pressionar dentro para, depois, conseguir potenciar o seu jogo em zonas laterais. Na sua análise ao Hungria-Portugal, o treinador João Nuno Fonseca explica que William e Danilo podiam "ter fixado mais na zona central de forma alternada", para atraírem atenção e, consequentemente, "tirar densidade das zonas laterais, onde temos uma enorme qualidade em decidir"