Tribuna Expresso

Perfil

  • O Atlético Madrid perdeu para o Real Madrid as finais da Liga dos Campeões de 2014 e 2016. Em ambas, estava Ronaldo. Agora que o português partiu, os colchoneros tiveram a sua pequena vingança, vencendo a Supertaça Europeia de 2018 por 4-2, num jogo que serve de lição aos vizinhos merengues: sem Ronaldo, não há pronto-socorro, não há a estocada final quando as forças parecem começar a faltar

  • O escritor Bruno Vieira Amaral escreve sobre o melhor jogador da 1ª jornada da Liga portuguesa: Luís Miguel Afonso Fernandes, mais conhecido por Pizzi

  • Armand Duplantis é o adolescente que nasceu e vive nos EUA, compete pela Suécia e ascendeu aos 6,05 metros no salto com vara (mais alto do que o último ouro olímpico), no domingo, para ser campeão Europeu. Dele dizem ser uma enciclopédia da modalidade, que tem nas paredes do quarto pósters da lenda a quem agora ganha. Com 7 anos, ainda saltava descalço enquanto batia as marcas mundiais da sua faixa etária e treinava na pista que os pais lhe montaram no quintal

  • O que leva um tipo a quem iam amputando uma perna a regressar ao sítio onde os ossos se desfizeram, uma e outra vez, e testar os limites do seu corpo? Resposta: a busca pelo salto perfeito, que ele diz existir dentro dele e que ele encontrará mais dia menos dia. É a fé e a confiança que o movem e o levam a pular para lá do que é exigido a um campeão olímpico e mundial que não tem mais nada a provar a ninguém - a não ser a ele próprio. Este é um trabalho que publicámos em agosto de 2014, quando o saltador se preparava para os Europeus e falava das metas que tinha traçado para 2015 e 2016: mostrar que não estava acabado. E não estava mesmo: este domingo, 12 de agosto de 2018, sagrou-se campeão da Europa de triplo salto ao ar livre e a Tribuna Expresso republica esta reportagem

  • Já passou uma noite no estádio do Galatasaray para vingar o seu clube e chegou a roubar uma arma a um polícia. Mas Rambo Okan, apesar de ser um "maluco certificado", nada tem de perigoso. Todos os clubes têm um ou dois adeptos mais conhecidos, mas o Fenerbahçe, que esta terça-feira joga com o Benfica na Luz para a 3.ª eliminatória da Liga dos Campeões, tem um bem especial

  • Aos 13 anos o Benfica foi buscá-lo a Elvas, mas José Soares nunca conseguiu vingar na equipa principal dos encarnados. Andou por Alverca, Famalicão, Campomaiorense, mas também por França, Escócia, Alemanha, Arábia Saudita e Qatar antes de terminar a carreira, em Badajoz. Entretanto já trabalhou como modelo, vendeu vinhos, montou sistemas de rega e é personal trainer. Agora está empenhado em criar uma empresa de consultoria na área do imobiliário com dois sócios. Pai de um rapaz de 18 anos que joga basquetebol, em Dallas, no EUA, José Soares vive com a mãe, em Elvas, onde está finalmente a tirar a carta de condução. Sobre o famoso jogo Campomaiorense-FCP, em que marcou Jardel, diz que a partir daí colocaram-lhe uma cruz no futebol português