Tribuna Expresso

Perfil

  • Aos 32 anos, Luís Leal mantém a mesma timidez com que entrou no Sporting, aos 10 anos, depois de ter começado a dar os primeiros chutos na bola no Arrentela, clube da terra onde cresceu. Nascido em solo português, filho de são-tomenses, acabou por não vingar no futebol português ao mais alto nível, optando por isso por jogar fora e representar a seleção de São Tomé e Príncipe. Andou pelas Arábias, experimentou o Chipre e a Turquia, mas foi na América Latina que assentou arraiais, nos argentinos do Newell's Old Boys, onde começou Messi e também brilharam Batistuta e Maradona

O desporto como nunca o leu: a newsletter Tribuna 12.45.
Todas as segundas-feiras, à hora marcada

Ao subscrever, a informação partilhada será usada de acordo com a Política de Privacidade

  • É a terceira experiência na Premier League que não acaba bem para o treinador português. Depois do Hull City, que não salvou da despromoção, e do Wattford, de onde saiu a meio de uma época, Marco Silva é despedido do Everton, ao fim de 60 jogos divididos por temporada e meia no clube que bateu recordes de dinheiro gasto em reforços

  • Bruno Fernandes, mais uma vez, para o resgate. Numa noite em que nada parecia estar a sair bem ao capitão do Sporting, ainda assim o médio teve a capacidade de decidir, com um golo e uma assistência nos minutos finais que deram a vitória ao Sporting por 2-0 frente ao Gil Vicente. A final four da Taça da Liga está menos complicada

  • Poderia, e deveria, ter estado no último Mundial e sido um dos melhores jogadores da Austrália, mas Israel Folau, um devoto cristão, estava suspenso, desde maio, por dizer que os homossexuais estavam destinados a ir para o inferno. Agora, quer uma indemnização de 8,6 milhões de euros da Federação Australiana de Râguebi, alegando ser alvo de discriminação religiosa e defendendo, também, que a seleção teria chegado "a uma prestação superior" no Campeonato do Mundo se tivesse sido convocado