Tribuna Expresso

Perfil

O desporto como nunca o leu: a newsletter Tribuna 12.45.
Todas as segundas-feiras, à hora marcada

Ao subscrever, a informação partilhada será usada de acordo com a Política de Privacidade

  • Quando ele apareceu era diferente dos outros: juntava o talento sem fim ao sentido de humor, à constante brincadeira, àquela honestidade pueril de quem diz o que pensa mas com um toque de leveza. Hoje, no dia em que faz 40 anos e prestes a começar a 24.ª temporada no Mundial, Valentino Rossi continua a ser o mais popular e mais carismático piloto da grelha, para lá dos nove títulos que o colocam como um dos mais ganhadores de sempre. E apesar do último título já ter quase 10 anos, ele continua a ser diferente e continua a querer ganhar

  • Será para muitos uma das mais míticas finais de sempre da Liga dos Campeões e 20 anos depois vai ser revisitada em Old Trafford. Manchester United e Bayern de Munique entrarão em campo com os onzes desse quente final de tarde em Barcelona (entre os quais o marcador do golo da vitória e atual treinador dos Red Devils, Solskjaer) e com um dos gigantes de regresso ao leme de uma equipa que ainda sente a sua sombra: Alex Ferguson

  • O Expresso Diário, que muito orgulhosamente publica à segunda-feira as Dicas de Poupança que Pedro Andersson também explica na SIC mas aí sob o nome Contas-Poupança, apresenta nesta edição uma variação com menos economia de bolso e mais economia de plantéis: Galatasaray-Benfica (quinta-feira, 20h, Sport TV) e Sporting-Villarreal (quinta-feira, 20h, SIC) são o motivo da reflexão e Luís Cristóvão explica quem não iremos ver jogar e porquê neste regresso da Liga Europa

  • Há cada vez menos portugueses a jogar na ligas profissionais, avança estudo do Sindicato dos Jogadores. Na primeira volta da Liga NOS, apenas 37% dos jogadores utilizados são nacionais - e o FC Porto é o mais estrangeiro. Na Liga Ledman, ainda predominam os profissionais nados ou feitos cá dentro (51%), mas a tendência está em queda. Joaquim Evangelista, presidente do Sindicato, balança entre a tolerância e a crítica