Tribuna Expresso

Perfil

Atualidade

Altice, patrocinadora da Federação, lamenta ambiente que se vive no futebol

É com "preocupação, insatisfação e alguma tristeza" que o presidente da Altice Portugal olha para o ambiente que se vive atualmente no futebol. A operadora renovou em novembro por mais sete anos o contrato com a Federação Portuguesa de Futebol

Anabela Campos

(c)christophe_guerreiro

Partilhar

O futebol tem sido um dos focos de investimento da Altice Portugal, que tem Cristiano Ronaldo com o principal rosto das suas campanhas mediáticas. Com o mundial da Rússia de 2018 em vésperas de estreia, a Altice lança novos produtos e lembra que investe anualmente em patrocínios desportivos, excluindo o futebol profissional, 5 milhões de euros por ano. Os gastos com o futebol profissional e os conteúdos, a Altice não avança.

"Lamentamos o ambiente que estamos a viver no futebol profissional", disse esta terça-feira em conferência de imprensa, Alexandre Fonseca, presidente da Altice Portugal. O gestor referia-se ao contexto que se vive no mundo futebolístico tanto do ponto de vista judicial, como da violência. Alexandre Fonseca não quis porém falar de clubes de futebol.

"É o ponto menos positivo no desporto", sublinhou. "Vemos com preocupação, insatisfação e alguma tristeza, é um tema que acompanhamos", acrescentou. A Altice comprou, recorde-se, os direitos desportivos do Futebol Clube do Porto e do Desportivo de Aves.

Apesar de preocupada, a Altice diz estar “confiantes no futuro” e assegura que vai continuar a investir no futebol. Aliás, o desporto é uma das áreas em que a Altice tem investido, frisa o gestor. Alexandre Fonseca sublinhou que em novembro a Altice renovou o contrato com a Federação Portuguesa de Futebol (FPF) por mais sete anos, prolongando-o até 2024. Há 20 anos que o operador histórico, antes Portugal Telecom, patrocina a seleção nacional.

Entre o investimento de cinco milhões de euros anuais que a Altice faz em atividades desportivas está o desporto escolar, a academia Johnson, uma associação da Cova da Moura, surf, bodyboard, skate, ciclismo ou ténis.

A comissão executiva da Altice Portugal vai assistir ao primeiro jogo da seleção portuguesa em Soshi, Rússia, e o presidente do grupo Patrick Drahi vai marcar presença na disputa entre Portugal e Marrocos. Drahi tem a sua origem familiar em Marrocos, mas adquiriu recentemente nacionalidade portuguesa.