Tribuna Expresso

Perfil

PUBLICIDADE
Atualidade

Salve, Maradona

No dia em que foi conhecida a notícia da morte de Diego Maradona, o Expresso republica um artigo que saiu na Revista de 20 de dezembro de 2008 sobre a antiga estrela e a igreja criada em seu nome, a Igreja Maradoniana, Mão de Deus, que tem muitas dezenas de milhares de fiéis em mais de meia centena de países

Partilhar

Uma bola de futebol com uma coroa de Cristo e algumas gotas de “sangue”, uma árvore de Natal com fotos do ídolo penduradas como “estrelas”, um terço em cuja ponta aparece uma chuteira em vez de um crucifixo, o nome “Diego ” em substituição de “Amen”, uma infinidade de objetos e rituais seguidos com devoção por milhares de fiéis da chamada Igreja Maradoniana.

Para uma legião de fanáticos, só há uma certeza à face da Terra: Diego Armando Maradona é o Deus Supremo do futebol. Uma loucura? Não é o que pensam mais de 100 mil pessoas espalhadas por todo o mundo.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito para Assinantes ou basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso, pode usar a app do Expresso - iOS e android - para fotografar o código e o acesso será logo concedido)