Tribuna Expresso

Perfil

Atualidade

Ministério Público quer ouvir Jorge Jesus com urgência mas não consegue

Suspeitos do ataque à Academia do Sporting podem ficar em preventiva durante mais seis meses. Procuradores querem ter tempo para ouvir Jorge Jesus, cujo testemunho consideram “absolutamente essencial”. Caso tem 45 arguidos, 38 deles em preventiva. Bruno de Carvalho indiciado de 56 crimes. Ministério Público quer que juiz de instrução decrete especial complexidade e dê mais tempo para investigar

Hugo Franco, Rui Gustavo e Pedro Candeias

Jorge Jesus foi dispensado no final da época passada por Bruno de Carvalho depois da derrota na última jornada contra o Marítimo, jogo que retirou o segundo lugar do campeonato ao Sporting

Gualter Fatia/ getty

Partilhar

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito: basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso. pode usar a app do Expresso - iOS e android - para descarregar as edições para leitura offline)