Tribuna Expresso

Perfil

Atualidade

Uma mulher morreu depois de ser atingida por uma bola de beisebol num jogo dos Dodgers. O assunto foi segredo durante cinco meses

Uma norte-americana de 79 anos sofreu uma “hemorragia intracraniana” depois de uma bola sair do taco de Franmil Reyes, dos San Diego Padres, e atingir-lhe a cabeça

Tribuna Expresso

Thearon W. Henderson/Getty Images

Partilhar

A família Goldbloom e os Dodgers acordaram manter o assunto privado. Mas agora, passados cinco meses, soube-se finalmente que uma bola de beisebol matou Linda Goldbloom, de 79 anos, conta o “El Mundo”.

A norte-americana sofreu, segundo a ESPN, uma “hemorragia intracraniana” depois de uma bola sair do taco de Franmil Reyes, dos San Diego Padres, e atingir-lhe a cabeça.

Linda estava a celebrar os 79 anos de idade e os 54 de casamento com Erwin. No estádio, com eles, estavam ainda Michael e Eve, os cunhados de Linda.

Assim que foi atingida, Goldbloom foi transportada do estádio dos Dodgers para o hospital, onde foi acompanhada durante três dias. Após a morte, não houve qualquer comunicado por parte do clube.

De acordo com o “El Mundo”, foi apenas depois de a ESPN publicar a informação que os Dodgers decidiram comunicar publicamente o caso. “Estamos profundamente tristes por este acidente trágico e pela morte da senhora Goldbloom. Até agora havia acordo com os Dodgers e a família.”