Tribuna Expresso

Perfil

Atualidade

Este não é um livro sobre futebol, mas sobre o que corrói o futebol. Chegou “Football Leaks”

Dois jornalistas da “Der Spiegel” escrevem sobre como transformaram o Football Leaks numa das maiores revelações da atualidade a partir de milhões de ficheiros partilhados por “John”

Micael Pereira

Partilhar

O título não é original, o assunto não é novo mas, em contrapartida, o momento é mais do que oportuno e os autores são as pessoas certas para contar por dentro, num formato longo e de grande profundidade, o que foi a experiência de terem mergulhado no lado mais obscuro de um desporto onde todas as regras parecem vergar perante o peso do que parece ser o único princípio verdadeiramente inabalável para muitos dos seus protagonistas: ganhar o máximo de dinheiro possível no mais curto intervalo de tempo possível.

Fica por isso desde logo o aviso de que este não é um livro sobre futebol, mas sobre o que corrói o espírito genuíno do futebol. A oportunidade do seu lançamento agora em Portugal, depois de ter sido publicado na Alemanha em 2017, tem a ver naturalmente com a circunstância de na origem do livro estar um português, Rui Pinto, que assumiu há poucas semanas ser “John”, uma das pessoas detrás do Football Leaks e — tendo em conta a enorme quantidade de informação partilhada por ele — um dos maiores whistleblowers da história do jornalismo.

Para ler o artigo na íntegra clique AQUI.

Siga Vida Extra no Facebook e no Instagram