Tribuna Expresso

Perfil

Atualidade

Há seis árbitros investigados pela PJ de passarem informação a César Boaventura

A informação é avançada pelo Correio da Manhã

Tribuna Expresso

Partilhar

A Polícia Judiciária (PJ) estará a investigar seis árbitros por alegadamente terem passado ao agente de jogadores César Boaventura informação sobre a nomeação de João Capela para o FC Porto - Marítimo da passada jornada. A informação é avaçada pelo "Correio da Manhã" que elenca os nomes de João Capela, Paulo Brás, Luís Reforço, o videoárbitro Bruno Esteves e árbitro assistente Paulo Ramos - foram estes que compuseram a equipa de arbitragem do referido jogo.

Recorde-se que César Boaventura anunciou nas suas contas nas redes sociais que Capela iria estar no FC Porto - Marítimo um dia antes da nomeação ter sido tornada pública e, depois, também lançou o nome de Artur Soares Dias para o Moreirense - Benfica, o que não se veio a verificar.

Fontelas Gomes, presidente do Conselho de Arbitragem, reagiu durante esta a semana, pedindo para ser ouvido pela Polícia Judiciária a propósito deste incidente.