Tribuna Expresso

Perfil

Atualidade

Víctor Hugo Hurtado tinha 32 anos e apitava um jogo na Bolívia quando caiu em campo e morreu. Ninguém sabe porquê

O encontro da primeira divisão da Bolívia estava a ser disputado entre o Always Ready e o Oriente Petrolero. Agora, questionam-se a altitude a qu se jogava e a preparação física de Victor Hugo

Inês Gastão Alexandre

Jason McCawley

Partilhar

O Campeonato Boliviano ficou marcado nas últimas horas não pelos melhores motivos, infelizmente. No domingo jogava-se a 25ª, e penúltima, jornada do campeonato da Bolívia quando o árbitro da partida, Víctor Hugo Hurtado, caiu inanimado no relvado nos primeiros minutos da segunda parte. A partida era entre o Always Ready e o Oriente Petrolero, da Primeira Liga da Bolívia. O árbitro boliviano de 32 anos foi prontamente assistido dentro do campo e posteriormente transferido para o hospital mais próximo do estádio, Hospital del Norte, na cidade de El Alto, a cerca de quatro minutos de carro.

Víctor Hugo Hurtado acabou por não resistir.

O presidente do Always Ready chegou a ser questionado pelos jornalistas locais se havia alguma probabilidade de a altitude poder estar relacionada com a morte do árbitro, mas Fernando Costa disse que era "prematuro e imprudente" relacionar as coisas. O presidente referiu ainda que o árbitro parecia estar em perfeitas condições e que poucos dias antes arbitrou um jogo entre os The Strongest e os Blooming no Estádio Hernando Siles, em La Paz, a 3600 metros de altitude, pelo que tinha acabado por ficar na região para arbitrar este jogo.

Segundo o médico do Always Ready, Erick Koziner, "A primeira paragem cardíaca aconteceu quando estávamos prestes a mover o paciente. Nós conseguimos reanimá-lo no campo, e estabilizamos os sinais vitais. Quando chegámos às urgências do hospital, a segunda paragem cardíaca começou e não conseguimos estabilizá-lo", afirma.

“Os sinais vitais indicavam que ele estava vivo. Quando os sinais vitais caíram, identificamos que ele estava a ter uma paragem cardíaca. Conseguimos estabilizá-lo e acabámos por o transferir para o hospital mais próximo numa ambulância com oxigênio. Mas infelizmente quando estávamos a entrar, ele morreu”, refere o médico do clube.

Depois do árbitro ter sido transportado para o hospital, o jogo que estava empatado a zeros até então, prosseguiu e virou uma goleada por 5-0 dos Always Ready. O presidente da Bolívia, Evo Morales, já manifestou as suas condolências para com a família e amigos de Víctor Hugo Hurtado.

O árbitro boliviano até ao ano passado usava o emblema da FIFA, como confirmado pelo jornal peruano Deporte Total, e este ano estava a tentar tornar-se um árbitro internacional novamente. A Federação Boliviana de Futebol também já prestou a sua homenagem afirmando que este é um dia de luto para a história do futebol da Bolívia. Na sequência deste acontecimento, a Federação Boliviana de Futebol decretou um luto no futebol nacional por um período de sete dias.