Tribuna Expresso

Perfil

Atualidade

Empresário acusa Bruno de Carvalho de ser o mentor do “Cashball”, diz a TVI. BdC reage: “Não o conheço, nunca falei com ele”

Paulo Silva terá dito ao Ministério Público que o antigo presidente do Sporting era o cérebro por trás dos alegados subornos a árbitros e andebolistas. TVI24 garante que a acusação está prestes a sair. À Tribuna Expresso, BdC reage

Tribuna Expresso

Bruno de Carvalho e André Geraldes, ex-presidente do Sporting e antigo team manager

Gualter Fatia/Getty

Partilhar

A notícia é da TVI: Paulo Silva, o empresário que denunciou o caso Cashball, disse ao Ministério Público que Bruno de Carvalho era o mentor do esquema. Paulo Siva garante que foi o antigo presidente leonino a dar as ordens para subornar os árbitros de andebol e atletas de outros clubes e que esta dica lhe terá sido dada via João Gonçalves, outro empresário envolvido no Cashball.

A TVI24 garante que, assim, Bruno de Carvalho - que até agora passara ao lado deste caso - está sob os olhos do MP que poderá avançar para acusação brevemente.

Recorde-se que do "Cashball" resultaram as detenções de André Geraldes, antigo team manager do Sporting, Gonçalo Rodrigues, João Gonçalves e Paulo Silva. Este último terá dado à Polícia Judiciária mensagens WhatsApp que denunciavam subornos para beneficiar o clube de Alvalade.

Confrontado pela Tribuna Expresso, Bruno de Carvalho diz o seguinte: “Não conheço nada da operação Cashball a não ser que foi a notícia que saiu na capa do Correio da Manhã no dia do ‘ataque a Alcochete’. Não conheço o Paulo Silva. Nunca falei com o Paulo Silva e se o MP avançar com alguma acusação terei dados para poder comentar seja lá o que for.”