Tribuna Expresso

Perfil

Atualidade

Ricardo foi operado no IPO e correu tudo “dentro do esperado”

O guarda-redes, de 37 anos, interrompeu a carreira devido a uma doença oncológica descoberta recentemente

Lusa

Partilhar

A intervenção cirúrgica ao guarda-redes Ricardo Nunes, capitão do Desportivo de Chaves que interrompeu a carreira devido a um problema oncológico, correu "dentro do esperado", disse hoje o emblema da II Liga portuguesa de futebol.

Numa nota publicada na rede social Facebook, o conjunto de Trás-os-Montes destacou que a intervenção cirúrgica, que decorreu hoje no Instituto Português de Oncologia (IPO) do Porto, correu "dentro do esperado".

"Agradecemos todas as manifestações de solidariedade para com o nosso capitão, que muito nos têm sensibilizado, e desejamos ao Ricardo uma boa recuperação", pode ler-se ainda no comunicado.

O guarda-redes de 37 anos interrompeu a carreira devido a uma doença oncológica descoberta recentemente, e que foi tornada pública pelo Desportivo de Chaves em 20 de agosto.

Deste então, diversos clubes e instituições do futebol português manifestaram solidariedade para com o jogador natural da Póvoa de Varzim, distrito do Porto.

O experiente guarda-redes representa pela quarta temporada consecutiva o conjunto de Chaves, agora na II Liga, após três épocas no escalão máximo, tendo realizado um total de 59 partidas.

No seu currículo conta com passagem por clubes como FC Porto, Académica, Leiria ou Varzim, no qual fez a sua formação.

Ricardo tem um grave problema “oncológico”. “Não temos dúvidas que irá fazer a defesa mais notável da sua vida”

O Desportivo de Chaves revelou, em comunicado, que o guarda-redes da equipa está doente, uma “descoberta recente <em>”</em>