Tribuna Expresso

Perfil

PUBLICIDADE
Atualidade

Caso Rui Pinto deixa à vista fragilidade do sistema informático do MP. Outra vez

Alegado hacker acedeu a dados pessoais de todos os procuradores do Ministério Público. E já não é a primeira vez que isso acontece

Rui Gustavo, Hugo Franco e Pedro Candeias

FERENC ISZA

Partilhar

É um dos crimes mais graves imputados a Rui Pinto: acedeu ao sistema informático do MP de onde tirou documentos judiciais em segredo de justiça de vários processos e dados pessoais de todos os procuradores do MP. Há cinco anos o MP sofreu um ataque semelhante mas as medidas de segurança foram insuficientes para evitar nova invasão.

Saiba o que aconteceu na edição desta semana do Expresso.

Para continuar a ler o artigo, clique AQUI
(acesso gratuito: basta usar o código que está na capa da revista E do Expresso. Pode usar a app do Expresso - iOS e Android - para descarregar as edições para leitura offline)