Tribuna Expresso

Perfil

Atualidade

Covid-19. Volta a Portugal adiada para data a definir

Organização informa que "a Podium e a FPC estão neste momento a equacionar outros cenários e a procurar ativamente encontrar com os seus parceiros uma data alternativa para a realização do evento, ainda em 2020"

Partilhar

A 82.ª Volta a Portugal em bicicleta, que estava prevista entre 29 de julho e 9 de agosto, foi esta quinta-feira adiada para data a determinar, devido à pandemia de covid-19, anunciou a organização.

"Com a evolução da pandemia, nos termos propostos na revisão do plano sanitário e tendo em conta as manifestações públicas e particulares de não autorização da passagem e permanência da Volta a Portugal em Bicicleta por diversos municípios integrantes do percurso da prova, as duas entidades concluíram que não se encontram reunidas, por ora, as condições necessárias para a realização da 82ª Volta a Portugal Santander no mês de Agosto", justificou a Podium Events, em comunicado conjunto com a Federação Portuguesa de Ciclismo.

Na nota, a organização informa que "a Podium e a FPC estão neste momento a equacionar outros cenários e a procurar ativamente encontrar com os seus parceiros uma data alternativa para a realização do evento, ainda em 2020".

A realização da principal prova velocipédica nacional recebeu 'luz verde' da Direção-Geral da Saúde (DGS) e do Governo, atendendo às orientações para a retoma de competições ao ar livre de modalidades individuais e à aprovação do plano sanitário para a prova.

No entanto, a organização decidiu hoje adiar a realização da 82.ª edição da prova, depois de, nos últimos dias, as Câmaras Municipais de Viana do Castelo e Viseu terem anunciado que não receberiam a passagem da corrida nos seus concelhos.

Notando que "a Volta é um incontornável evento nacional" e o motor da "grande modalidade desportiva que é o ciclismo", a organização e a federação mostram-se convictas de que encontrarão uma alternativa que permita a realização da prova "em melhores condições de saúde e segurança".

O calendário velocipédico está suspenso desde meados de março, devido à pandemia de covid-19, e deverá ser retomado em 05 de julho, com uma prova de reabertura em Anadia.