Tribuna Expresso

Perfil

Atualidade

João A. foi esfaqueado, esmurrado e agredido com um martelo por elementos dos NN Boys. Sobreviveu

Membro da Juve Leo foi esfaqueado no peito e golpeado na cabeça com um martelo. Os suspeitos pertencem à claque No Name Boys e foram presos por tentativa de homicídio

Rui Gustavo e Hugo Franco

FOTO JEFF PACHOUD/AFP VIA GETTY IMAGES

Partilhar

João A. regressava a casa, em São João do Estoril, quando foi atacado de súbito por um grupo de mais de vinte homens disfarçados com capuzes, lenços e balaclavas. De acordo com a descrição que o Ministério Público apresentou em tribunal, o homem foi imediatamente atingido com uma martelada na cabeça, caiu e depois levou com “inúmeras marteladas na cabeça”, socos e pontapés. Um suspeito que a polícia não conseguiu identificar esfaqueou-o três vezes: num braço, numa perna e no peito. O último golpe perfurou-lhe o pulmão esquerdo. Outro suspeito partiu-lhe o indicador da mão direita. E alguém gritou: “Vais morrer, filho da puta. Benfica! No Name Boys! No Name Boys!”

Este é um artigo exclusivo. Se é assinante clique AQUI para continuar a ler. Para aceder a todos os conteúdos exclusivos do site do Expresso também pode usar o código que está na capa da revista E do Expresso.

Caso ainda não seja assinante, veja aqui as opções e os preços. Assim terá acesso a todos os nossos artigos.