Tribuna Expresso

Perfil

Atualidade

David Villa acusado de abusos sexuais por uma estagiária do NYCFC: “Agora a ideia de desporto profissional horroriza-me”

O ex-jogador do Barcelona é acusado de assediar e abusar diariamente de uma funcionária do clube americano, onde esteve quatro anos. Os dirigentes do clube são acusados de conivência e de ridicularização da jovem que assina no Twitter como “Skyler B”

Tribuna Expresso

David Ramos/Getty

Partilhar

O antigo internacional espanhol David Villa foi acusado de abusos sexuais durante o tempo que passou no New York City FC. De acordo com o jornal inglês “Daily Mail”, Villa alegadamente tocou de forma abusiva uma estagiária, que incluiu a acusação numa série de tweets sobre o tempo que passou a trabalhar no clube norte-americano.

Usando “Skyler B” como nome no Twitter, a rapariga escreveu: “O assédio por que passei no NYCFC foi tão mau que agora a ideia de desporto profissional aterroriza-me. Estar no atletismo aterroriza-me. Estou a mudar totalmente a minha carreira porque a m… que eles me fizeram arruinou os meus sonhos”.

A alegada vítima prossegue: “Pensei que tinha conseguido a oportunidade de uma vida quando me deram o estágio. O que eu tive foi o David Villa a tocar-me todos os dias e os meus chefes a achar que aquilo era material de comédia. As mulheres que são suficientemente corajosas para contar as suas histórias bem alto são as minhas heroínas. Um dia”.

Skyler B queixa-se de não ter tido ninguém que a defendesse no clube: “Continuo a achar hilariante que me dissessem constantemente que eu tinha uma má atitude no trabalho, como se eu não aparecesse todos os dias a saber que ia ser apalpada ou ridicularizada. Claro que eu tinha uma má atitude!”

Até agora, segundo o jornal inglês, nem David Villa nem o NYCFC aceitaram comentar as acusações. O espanhol, agora com 38 anos, foi a primeira contratação do clube nova-iorquino e jogou com essa camisola entre 2014 e 2018.

Villa tornou-se conhecido pelos golos marcados ao serviço de Valência, Barcelona e Atlético de Madrid, mas também com a camisola da seleção de Espanha.

Depois de um curto período no Japão, Villa reformou-se em 2019 e regressou a Nova Iorque. Neste momento, é co-presidente do recém-criado Queensboro FC, sediado no bairro de Queens, e está a trabalhar num projeto a longo prazo para chegar à MLS, a principal liga norte-americana.