Tribuna Expresso

Perfil

Atualidade

Defesa de Luís Pina pede absolvição no caso do atropelamento mortal de Ficini

Mas admite "que possa ser condenado por homicídio por negligência consciente"

Lusa

Imagens publicadas nas redes sociais do local onde Marco Ficini foi assassinado

D.R.

Partilhar

O advogado do principal arguido no processo do atropelamento mortal do adepto italiano Marco Ficini junto ao Estádio da Luz, em 2017, pediu hoje a absolvição do seu cliente, admitindo que possa ser condenado por homicídio por negligência consciente.

"Em rigor, acho que o meu cliente devia ser absolvido [...], mas admito que possa ser condenado por homicídio por negligência consciente", disse Melo Alves, no fim das alegações finais, que foram hoje retomadas no Campus da Justiça, no Parque das Nações, em Lisboa.

De acordo com o advogado, quem infringiu as regras da estrada não foi Luís Pina, mas sim Marco Ficini, criticando a investigação da Polícia Judiciária.