Tribuna Expresso

Perfil

Atualidade

Não são apenas os líbios: MP investiga mais jogadores emprestados pelo Benfica

Justiça acredita em troca de favores entre clubes com o pagamento a jogadores a funcionar como incentivo

Hugo Franco, Miguel Prado e Rui Gustavo

FOTO JEFF PACHOUD/AFP VIA GETTY IMAGES

Partilhar

As autoridades judiciárias estão a passar a pente fino a quase totalidade dos empréstimos feitos pelo Benfica de jogadores que comprou e foram imediatamente cedidos a clubes como o Santa Clara ou o Desportivo de Chaves, sem nunca terem jogado um minuto pelos encarnados. A suspeita é de que nunca foi intenção do Benfica usá-los no campo, mas sim como um incentivo para os emblemas que recebiam esses jogadores nos jogos contra adversários diretos do Benfica, como Sporting e FC Porto. Há igualmente suspeitas de que o dinheiro da compra, venda e empréstimo dos jogadores não tenha sido declarado na sua totalidade ao fisco.

Este é um artigo do semanário Expresso. Clique AQUI para continuar a ler.