Tribuna Expresso

Perfil

Atualidade

Federação de Basquetebol decreta minuto de silêncio por Paulo Diamantino

O jogador estava a preparar-se para entrar em campo quando caiu inanimado.

Partilhar

A Federação Portuguesa de Basquetebol (FPB) decretou hoje um minuto de silêncio nos seus jogos do fim de semana, em memória de Paulo Diamantino, que morreu na sexta-feira, vítima de paragem cardiorrespiratória.

Em comunicado, o organismo diz que "o basquetebol nacional está de luto pela morte de Paulo Diamantino, treinador-jogador do Mirandela BC".

"Todos os jogos deste fim de semana serão antecedidos de um minuto de silêncio em memória de Paulo Diamantino", lê-se.

O basquetebolista Paulo Diamantino morreu na sexta-feira durante um encontro entre o Mirandela Basket Clube e o Juventude Pacense, da II divisão.

O jogador, que fazia hoje 36 anos, estava a preparar-se para entrar para a segunda parte do encontro, que se disputava em Paços de Ferreira, quando caiu inanimado.

Internacional pela seleção de sub-20 portuguesa, Paulo Diamantino, que era natural de Mirandela, passou, ao longo da carreira, por FC Porto, Vitória de Guimarães e Maia e estava na terceira temporada no clube transmontano, no qual era treinador do minibasket.