Tribuna Expresso

Perfil

Atualidade

António Costa confirma F1, MotoGP e futebol sem público: “Eventos com público são um risco acrescido de transmissão”

Primeiro-ministro diz que os grandes ajuntamentos devem ser evitados e continuarão a ser evitados, falando dos grandes eventos desportivos durante a conferência de imprensa de apresentação do próximo nível de desconfinamento

Tribuna Expresso

Dan Istitene - Formula 1/Getty

Partilhar

O primeiro-ministro confirmou esta quinta-feira em conferência de imprensa que grandes eventos desportivos como F1, MotoGP e futebol não terão público.

Na apresentação da próxima fase de desconfinamento, a começar já na próxima segunda-feira, António Costa sublinhou, numa curta declaração, que não estão previstos adeptos nos estádios ou no Autódromo Internacional do Algarve, na resposta à pergunta de uma jornalista especificamente sobre estes eventos desportivos.

“Não há eventos com público porque os eventos com público são um risco acrescido de juntar pessoas e haver um risco de transmissão da doença. Isso tem de ser obviamente evitado e vamos continuar a evitar”, disse o líder do governo.

O GP Portugal de MotoGP acontecerá a 18 de abril, em Portimão, que duas semanas depois recebe o Mundial de Fórmula 1. Já a Liga esperava que o público pudesse começar a ir aos estádios a partir de 3 de maio.