Tribuna Expresso

Perfil

Atualidade

“Uma personalidade incontornável na história do futebol português”: presidente da FPF lembra Neno

Fernando Gomes lamenta o desaparecimento de uma “personalidade tão generosa nos afetos, deixa um legado quase incomparável de cavalheirismo, simpatia, alegria e bondade”

Tribuna Expresso

Neno em 1996

Shaun Botterill

Partilhar

O presidente da Federação Portuguesa de Futebol, Fernando Gomes, publicou esta manhã uma nota sobre a morte de Neno no site oficial daquela entidade. No texto lembra “uma personalidade incontornável na história do futebol português".

Neno, ex-guarda-redes de Barreirense, Vitória de Guimarães, Benfica e Vitória de Setubal, morreu aos 59 anos, vítima de doença súbita.

Fernando Gomes lamenta o desaparecimento de uma “personalidade tão generosa nos afetos, deixa um legado quase incomparável de cavalheirismo, simpatia, alegria e bondade”.

Em baixo, a nota na íntegra do presidente da FPF:

Lamento profundamente o desaparecimento tão precoce do Neno, uma personalidade incontornável na história do futebol português, quer pela sua grande carreira no campo, quer, principalmente, pelo seu enorme valor humano.

Personalidade tão generosa nos afetos, deixa um legado quase incomparável de cavalheirismo, simpatia, alegria e bondade.

A toda a sua família, colegas e amigos, ao Vitória Sport Clube, clube que o Neno tanto dignificou, deixou os meus mais profundos pêsames.