Tribuna Expresso

Perfil

Atualidade

Covid-19. Governo corrige Liga de Futebol e diz que decisão sobre regresso do público aos estádios ainda não está tomada

Liga tinha anunciado que as competições profissionais vão começar com a possibilidade de 33% de lotação dos estádios, depois de reuniões com o Governo e a DGS

Partilhar

A decisão sobre o regresso dos espectadores aos estádios das competições profissionais de futebol, anunciada esta sexta-feira pela Liga de clubes, ainda não está tomada, esclareceu fonte oficial do Governo.

A mesma fonte explicou à Lusa que têm decorrido reuniões entre a Liga Portuguesa de Futebol Profissional (LPFP) e a Direção-Geral da Saúde (DGS), de preparação para a próxima época, mas a decisão ainda não está tomada.

Relativamente a este passo, qualquer decisão sobre o regresso do público aos recintos desportivos deverá ser tomada e anunciada após reunião de Conselho de Ministros.

A Liga Portuguesa de Futebol Profissional (LPFP) anunciou esta sexta-feira que as competições profissionais vão começar com a possibilidade de 33% de lotação dos estádios, depois de reuniões com o Governo e a DGS.

"No seguimento das reuniões levadas a cabo nas últimas semanas com o Governo e a DGS foi hoje definida a norma que será aplicada ao regresso do público aos estádios. Depois de uma luta da direção da Liga e das sociedades desportivas, é com enorme satisfação que vemos concretizada a reivindicação da Liga Portugal e das suas associadas de ter os adeptos de regresso aos estádios", refere o organismo, em comunicado.

A Liga de clubes, liderada por Pedro Proença, explica que, em breve, a DGS vai publicar "todas as regras e condições de acesso do público aos estádios", acordadas hoje com a Liga de clubes, que passam por um arranque das competições profissionais com "a possibilidade de 33% de lotação dos recintos".